Meteorologia

  • 08 DEZEMBRO 2019
Tempo
17º
MIN 12º MÁX 17º

Edição

Portugal junta-se à Ucrânia, Sérvia segue para o 'play-off'

Portugal apurou-se hoje para o Euro2020 de futebol, na última jornada do grupo B da fase de qualificação, ao vencer no Luxemburgo (2-0), enquanto a Sérvia empatou com a invicta Ucrânia (2-2) e segue para o 'play-off'.

Portugal junta-se à Ucrânia, Sérvia segue para o 'play-off'
Notícias ao Minuto

16:31 - 17/11/19 por Lusa

Desporto Apuramento Euro'2020

A seleção campeã europeia em título até festejou o apuramento antes de consumar o triunfo no Luxemburgo, graças a golos de Bruno Fernandes (39 minutos) e do 'capitão Cristiano Ronaldo (86), com o tento 99 pelas 'quinas', uma vez que a Ucrânia forçou um empate à Sérvia.

Em Belgrado, e em novo jogo à porta fechada, os sérvios estiveram na frente por duas vezes, mas acabaram por sucumbir a um golo de Besedin aos 90+3 minutos, que garantiu a invencibilidade dos ucranianos, que acabaram com 20 pontos.

Abaixo, a formação lusa segue para o Euro2020 com 17 pontos, mais três do que os sérvios, cujos 14 pontos valem a disputa do 'play-off' de acesso, via Liga Das Nações, enquanto o Luxemburgo acabou com quatro pontos e a Lituânia apenas com um.

Para Portugal, este é o sétimo Europeu seguido, e o oitavo no histórico, procurando defender no próximo ano, num torneio que se estende por vários países europeus até terminar em Londres, Inglaterra, um título conquistado pela primeira vez na sua história em 2016, em Paris.

No Luxemburgo, a equipa de Fernando Santos sabia que tinha de ganhar para confirmar o apuramento ou esperar por um 'deslize' dos sérvios, acabando por fazer um jogo sem grande ritmo, mas com Bernardo Silva a 'brilhar'.

O extremo do Manchester City descobriu Bruno Fernandes para o segundo golo por Portugal do médio do Sporting, aos 39 minutos, antes de assistir o 'substituto' Diogo Jota aos 86, num lance em que Ronaldo acabou por empurrar a bola para o fundo das redes e ficar a um golo do 100.º a nível internacional.

Em Belgrado, a grande figura foi Dusan Tadic, que, logo aos nove minutos, abriu o marcador, a cobrar um penálti que ele próprio tinha conseguido, ao rematar a bola contra o braço de um adversário.

Yaremchuk empatou depois, aos 33 minutos, a responder de cabeça a um cruzamento de Tsygankov, mas Tadic voltou a aparecer no segundo tempo, com um cruzamento certeiro para a finalização de Mitrovic, aos 56, antes do 'choque' de Besedin, a passe de Yarmolenko, no último minuto de descontos.

Para os ucranianos, este é o segundo apuramento consecutivo e o terceiro torneio seguido, depois de serem anfitriões em 2012 e estarem no Euro2016, em ambos os casos ficando-se pela fase de grupos.

Se a formação de Andriy Shevchenko fechou o apuramento sem derrotas, a Sérvia acabou com tantos golos marcados como sofridos (17), vencendo apenas quatro dos oito jogos, e terá de superar o 'play-off' para tentar apurar-se pela primeira vez enquanto nação independente, depois da última presença, enquanto Jugoslávia, remontar a 2000.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório