Meteorologia

  • 25 MAIO 2018
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 13º

Edição

FBI e CIA querem manter a Huawei longe dos EUA

As autoridades governamentais não confiam na fabricante chinesa.

FBI e CIA querem manter a Huawei longe dos EUA
Notícias ao Minuto

13:50 - 14/02/18 por Miguel Patinha Dias

Tech Vigilância

Os responsáveis de agências governamentais como o FBI, a CIA e a NSA vieram a público apelar para que os cidadãos norte-americanos não usem produtos e serviços da Huawei e da ZTE. O motivo prende-se com a “capacidade de modificar maliciosamente ou roubar informação” das duas empresas chinesas.

Apesar de gozar de um grande sucesso na Ásia e na Europa, a entrad ada Huawei no território norte-americano tem tido uma forte resistência da parte do governo dos EUA. De acordo com o The Verge, o diretor do FBI, Chris Way, terá dito sentir-se “profundamente preocupado com os riscos de permitir a uma empresa ou entidade em dívida para com governos estrangeiros que não partilhem os mesmos valores de modo a ganhar posições de poder dentro das redes de telecomunicações”.

De recordar que no mês passado era suposto a Huawei ter lançado o seu mais recente topo de gama, o Mate 10 Pro, nos EUA com o apoio da operadora de comunicações AT&T. Porém, o apoio foi retirado à última hora devido a pressão política, um facto que mereceu uma nota do CEO da Huawei, Richard Yu, em plena conferência do Consumer Electronics Show.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.