Meteorologia

  • 22 FEVEREIRO 2018
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 16º

Edição

Ex-Facebook sente-se culpado por ter trabalhado na rede social

Um antigo executivo mostrou-se arrependido da empresa tecnológica que ajudou a criar. Recomenda que as pessoas se afastem das redes sociais.

Ex-Facebook sente-se culpado por ter trabalhado na rede social
Notícias ao Minuto

08:37 - 12/12/17 por Miguel Patinha Dias

Tech Sociedade

Um antigo executivo do Facebook, Chamath Palihapitiya, admitiu durante uma conferência ter sentimento de culpa por ter ajudado a transformar a rede social no ‘gigante’ que é hoje em dia. “Penso que criámos ferramentas que estão a destruir o tecido social de como a sociedade funciona”, afirmou Palihapitiya perante o público da Stanford Graduate School of Business. E não se ficou por aqui.

Como exemplo, Palihapitiya apontou para a indução de dopamina nos utilizadores do Facebook resultante dos likes e botões de reação obtidos com publicações. “Não há discurso cívico, não há cooperação; só desinformação e falsidades. E não é um problema Americano – não é um problema com anúncios da Rússia. É um problema global”, apontou.

Palihapitiya, que foi vice-presidente para o crescimento de utilizadores, revelou ainda que não permite que os seus filhos usem o Facebook, aconselhando que os utilizadores da rede social deviam tirar “uma pausa séria”.

Abaixo pode ver o vídeo destas declarações de Chamath Palihapitiya.

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.