Colaborador da Uber despedido depois de denunciar assédio sexual?

O agora ex-colaborador da tecnológica conta que as suas colegas recorreram a ele para ajuda.

© iStock
Tech Polémica

No início do ano a Uber teve de lidar com queixas de ex-colaboradoras a propósito de uma ambiente sexista e tóxico. Agora, outro antigo colaborador da empresa vem corroborar esta ideia ao contar ao Reveal que foi despedido por denunciar isso mesmo.

PUB

A história conta que o ex-colaborador terá sido abordado por colegas do sexo feminino a pedir ajuda e a “procurar uma intervenção a propósito de discriminação sexual e assédio que estavam a sofrer às mãos de um supervisor masculino”. Este apelo fez com que o colaborador em questão entrasse em contacto com o departamento de Recursos Humanos da Uber.

Pouco depois de fazer queixa ao departamento de Recursos Humanos da empresa o colaborador foi despedido, indicando que os dois momentos estiveram relacionados.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser