Fundador do Oculus Rift doou em segredo cem mil dólares a Trump

Palmer Luckey fez as doações por via de empresas falsas com nomes inspirados num jogo de Super Nintendo. A Oculus VR anunciou recentemente a saída do seu fundador.

© Reuters
Tech Polémica

Já se sabia que o fundador da Oculus VR e criador dos óculos de realidade virtual Oculus Rift, Palmer Luckey, era apoiante de Donald Trump Trump, não se conhecendo todavia a extensão deste seu apoio. De acordo com o Mother Jones, Luckey terá contribuído com cem mil dólares (93 mil euros) para a tomada de posse do atual Presidente dos EUA.

PUB

Mais interessante é o facto de as doações terem sido feitas através de duas empresas falsas com os nomes Wings of Time e Fiendlord’s Keep. Como recorda o TechCrunch, os dois nomes são referências a ‘Chrono Trigger’, o icónico jogo lançado nos anos 90 para a Super Nintendo e já indicado por Luckey como um dos seus jogos preferidos enquanto adolescente.

Luckey foi recentemente motivo de conversa devido à sua saída da Oculus VR, uma decisão que terá sido devida às polémicas em que o fundador esteve envolvido com o apoio a uma organização encarregue de fazer campanha anti-Hillary Clinton.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser