Empresa lusa lidera projeto europeu de gestão de dados sobre a Terra

A Deimos Engenharia lidera um projeto europeu de gestão de dados de observação da Terra, que permitirá uma resposta mais rápida e eficaz a catástrofes, como cheias, furacões e epidemias, informou hoje a empresa portuguesa em comunicado.

© Reuters
Tech NextGEOSS

O projeto, o NextGEOSS, no valor de dez milhões de euros, "irá agregar todos os dados dos satélites europeus", nomeadamente do sistema Copernicus, "tornando-os mais acessíveis e expandindo o seu potencial de aplicação".

PUB

Trata-se, segundo a Deimos Engenharia, do "maior projeto" do programa europeu Horizonte 2020, de incentivo à investigação e inovação, "atribuído a uma empresa portuguesa, na área do espaço".

A companhia de engenharia aeroespacial, com sede em Lisboa, lidera um consórcio de 27 empresas, de 13 países europeus.

O NextGEOSS, que visa facilitar o acesso e a exploração de diferentes fontes de dados, através de ferramentas de interpretação de imagens, será desenvolvido entre dezembro de 2016 e meados de 2020.

Os utilizadores destes dados, devidamente organizados e catalogados, poderão ser organizações não-governamentais, entidades públicas como a Proteção Civil, cientistas e decisores políticos.

Com o NextGEOSS, será possível, de acordo com a Deimos Engenharia, monitorizar a evolução de pragas ou preparar a assistência a um campo de refugiados.

A empresa portuguesa é subsidiária do grupo espanhol Elecnor.

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS