Meteorologia

  • 12 JULHO 2024
Tempo
26º
MIN 16º MÁX 27º

Advocacia-Geral da União do Brasil vai usar IA para análise de processos

A Advocacia-Geral da União (AGU) do Brasil anunciou na terça-feira que vai incorporar ferramentas de inteligência artificial (IA) nos seus sistemas para analisar e ajudar na resolução dos milhares de processos em andamento na instituição.

Advocacia-Geral da União do Brasil vai usar IA para análise de processos
Notícias ao Minuto

15:07 - 12/06/24 por Lusa

Tech AGU

A inteligência artificial será fornecida pela Microsoft, por meio da popular plataforma de computação em nuvem Azure, que oferece às organizações o serviço da OpenAI, criadora do ChatGPT, indicou em comunicado a instituição responsável pela representação, fiscalização e controlo jurídicos do Estado brasileiro.

O órgão, que defende o Estado brasileiro em processos judiciais, disse que "ganhar eficiência e assertividade", embora tenha esclarecido que será uma atividade "totalmente supervisionada por seres humanos" e que "de forma alguma" substituirá o trabalho dos seus funcionários.

Neste contexto, explicou que vai utilizar a IA para permitir ao funcionário identificar as características de cada um "de forma mais rápida e precisa" e receber "sugestões de modelos e teses úteis para o seu trabalho".

Pretende ainda utilizá-la para "resumir documentos" e "obter auxílio na produção das declarações", com base na jurisprudência dos advogados do Estado brasileiro.

Com a IA, a instituição pretende ainda aprofundar a análise de dados do seu acervo e, assim, "adotar uma advocacia mais estratégica para a defesa e para a proposta de acordos, especialmente em matérias de maior impacto fiscal".

Leia Também: Apple aposta na Inteligência Artificial e integra ChatGPT em dispositivos

Recomendados para si

;

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório