Meteorologia

  • 17 JULHO 2024
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 29º

Milhares de pessoas em Nova Iorque para "experiência única" de eclipse

Foi em festa que milhares de pessoas rumaram ao Central Park, em Nova Iorque, para testemunhar o raro eclipse solar total hoje visível na América do Norte, que para muitos é uma "experiência única na vida".

Notícias ao Minuto

20:54 - 08/04/24 por Lusa

Tech Eclipse solar

De olhos erguidos para o céu, com recurso a óculos especiais, milhares de pessoas encheram os relvados do Central Park, enquanto outras centenas preferiam subir às várias rochas espalhadas pelo icónico parque de a Manhattan para evitar que os arranha-céus obstruíssem a visibilidade.

Contudo, a maior obstrução tem vindo das nuvens, que, momentaneamente, travaram o entusiasmos dos curiosos.

"Estive aqui a testemunhar um eclipse em 2017 e não perdia este por nada. A atmosfera aqui no parque estava ótima em 2017 e espero encontrar esse mesmo ambiente aqui hoje", disse à Lusa Ivan, um nova-Iorquino de 64 anos, admitindo algum receio com a possibilidade de as nuvens bloquearem a visibilidade.

Foi por volta das 14:40 locais (19:40 em Lisboa) que a sombra da lua se tornou visível nos EUA, desde o Texas (sudeste) até ao Maine (nordeste).

O eclipse atravessa grandes cidades, incluindo Dallas; Austin, Texas; Indianapolis; Cleveland; e Niagara Falls, Nova Iorque, além da metrópole nova-iorquina.

À entrada do 'Sheep Meadow', um dos maiores relvados do central park, uma equipa de jovens estudantes de astronomia montou um telescópio especial equipado com filtro solar e distribuiu óculos especiais - esgotados me grande parte da cidade, tal o entusiasmo que o fenómeno astrológico gerou na cidade e em grade parte dos Estados Unidos.

"Aqui, em Nova Iorque, o eclipse será de 90% por isso todos poderemos ver uma boa percentagem de cobertura do sol. Tenho quase a certeza que as nuvens se irão mover", explicou à Lusa a astrónoma Sherelyn Alejandro, indicando que chegou ao parque ao final da manhã e que tem sentido o entusiasmo das pessoas em relação a este fenómeno desde a primeira hora.

As escolas tiveram que fechar para a ocasião e até casamentos coletivos foram planeados para este evento.

Christine, de 81 anos, só precisou de atravessar a rua e escolher um dos seus bancos preferidos do Central Park para se sentar e usufruir desta experiência.

"Estou tão entusiasmada! É um grande evento", declarou à Lusa, afirmando que foi o porteiro do seu prédio quem lhe ofereceu os óculos para testemunhar o eclipse.

Ao longe era possível ouvir um jovem a vender esses mesmos óculos a cinco dólares (4,60 euros).

"Este é um daqueles eventos especiais, que se podem testemunhar uma vez na vida, talvez, mas espero estar cá para ver o próximo", disse ainda a octagenária, recordando que o próximo eclipse solar total só deverá voltar a acontecer dentro de mais de 20 anos.

"Estou aqui hoje porque não sei se estarei cá para ver o próximo. É uma experiência excepcional", admitiu, por sua vez, Marjorie, de 60 anos.

O próximo eclipse total visível nos Estados Unidos (excluindo o Alasca) ocorrerá em 2044. Antes disso, um eclipse total ocorrerá na Espanha, em 2026.

Quase todas as pessoas na América do Norte têm pelo menos um eclipse parcial garantido, caso as condições meteorológicas permitam a sua visualização.

Só nos Estados Unidos, mais de 30 milhões de pessoas vivem na área onde o eclipse total será visível, com duração máxima de alguns minutos, segundo a agência espacial norte-americana (NASA).

Leia Também: Eclipse solar total começou a sua 'passagem' pela América do Norte

Recomendados para si

;

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório