Meteorologia

  • 04 MARçO 2024
Tempo
17º
MIN 10º MÁX 17º

Web Summit: As 25 startups "aproveitaram da melhor forma a oportunidade"

O diretor executivo da Startup Portugal considerou à Lusa que as 25 'startups' portugueses presentes na primeira edição da Web Summit no Rio de Janeiro "aproveitaram da melhor forma a oportunidade" e que vão conseguir fechar negócios.

Web Summit: As 25 startups "aproveitaram da melhor forma a oportunidade"
Notícias ao Minuto

07:09 - 05/05/23 por Lusa

Tech Web Summit

"Estas 25 'startups' aproveitaram da melhor forma a oportunidade", disse António Dias Martins, acrescentando que negócios serão fechados "certamente nos próximos meses".

Durante o evento, que se tornou famoso do outro lado do Atlântico, em Lisboa, as 'startups' portugueses conseguiram acelerar conversações e negociações e estabelecer parcerias, frisou o responsável desta esta entidade sem fins lucrativos, com Estatuto de Utilidade Pública.

Outro dos objetivos de algumas 'startups' portugueses era o de conseguir atrair talento brasileiro para Portugal e para a Europa, algo que foi conseguido, segundo António Dias Martins.

"Este evento pode transformar-se numa referência na América do Sul", disse, afirmando que a Web Summit está a a aplicar uma fórmula que deu resultados em Portugal desde a primeira edição em 2016.

"Se em Portugal nós podemos funcionar como uma porta de entrada de investidores brasileiros e 'startups' brasileiras para a Europa, no Brasil isto pode funcionar como uma porta de entrada para a América Latina", frisou.

Em relação às 25 'startups' portugueses presentes no Rio de Janeiro, a segunda maior delegação estrangeira no evento, António Dias Martins sublinhou que já têm alguma robustez, trabalho feito, algumas com presença no Brasil e que no seu global já cativaram 30 milhões de euros.

BlockBee, Blue Insight Technologies, Deeploy.me, Dizconto, Enline, Frontfiles, Go Beesiness, Hoopers, IDE Social Hub, Infinite Foundry, ITERCARE, Knok Healthcare, LEADZAI, Mentorise, Modatta e Move, assim como a My Data Manager, MyCareforce, ndBIM, Neroes, Sensei, SheerME, Swood, Vawlt Technologies e Wallstreeters foram os representantes portugueses, ligadas a áreas como 'software', educação, desporto ou inteligência artificial.

O evento tecnológico, que nasceu em 2010 na Irlanda, passou a realizar-se na zona do Parque das Nações, em Lisboa, em 2016, e vai manter-se na capital portuguesa até 2028. A empresa anunciou recentemente a expansão para o Médio Oriente, com a Web Summit Qatar prevista para o início de 2024.

Participaram nesta edição no Rio de Janeiro mais de 21.367 participantes de 91 países e 974 startups, representando 28 setores.

Leia Também: Startup portuguesa quer agarrar mercado brasileiro com fãs de basquetebol

Recomendados para si

;

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório