Meteorologia

  • 10 AGOSTO 2022
Tempo
26º
MIN 19º MÁX 26º

Meta proibiu discussões sobre aborto dentro da empresa

A tecnológica quer evitar que o tema crie “um ambiente de trabalho hostil”.

Meta proibiu discussões sobre aborto dentro da empresa

A empresa responsável pelo Facebook, a Meta, terá dito aos respetivos trabalhadores para não discutirem a decisão do Supremo dos EUA de revogar o Roe v. Wade, processo que estabeleceu a proteção do direito ao aborto nos EUA nos anos 1970.

Diz o New York Times que a empresa terá apagado mensagens nas plataformas internas de comunicação sobre este tema, notando que “não permite uma discussão aberta sobre o tema” devido ao “risco de criar um ambiente de trabalho hostil”.

Apesar desta decisão, a Meta já terá tornado claro que apoiará financeiramente qualquer trabalhadora que precise de se deslocar para outro estado dentro dos EUA para interromper a gravidez em segurança.

Além disso, também a COO da empresa, Sheryl Sandberg, criticou publicamente esta decisão do Supremo dos EUA.

Leia Também: É oficial: Supremo dos EUA anula decisão que deu direito ao aborto

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório