Meteorologia

  • 24 MAIO 2022
Tempo
19º
MIN 14º MÁX 20º

Ciberataque. Costa Rica declara estado de emergência após ataque russo

A Costa Rica declarou na quarta-feira o estado de emergência no país, para reagir com maior agilidade à crise causada por ciberataques a organismos do Governo com pedidos de resgate pelo grupo russo Conti.

Ciberataque. Costa Rica declara estado de emergência após ataque russo

O presidente Rodrigo Chaves, que tomou posse no domingo, fez desta declaração, publicada na quarta-feira, um dos seus primeiros atos oficiais, embora não tenha nomeado os membros da Comissão Nacional de Emergência.

A declaração de emergência, normalmente reservada para lidar com desastres naturais ou com a pandemia, refere que o ataque que a Costa Rica está a enfrentar se deve a "cibercriminosos" e "ciberterroristas".

O grupo de língua russa Conti reivindicou o ataque e, na semana passada, o Departamento de Estado dos EUA ofereceu uma recompensa de 10 milhões de dólares por informações que levem à identificação ou localização dos seus líderes.

Os ataques na Costa Rica começaram em abril, quando o Ministério das Finanças foi o primeiro a relatar que vários de seus sistemas tinham sido afetados, incluindo os relacionados com a cobrança de impostos e a alfândega.

Os ataques também atingiram o sistema de recursos humanos da segurança social e do Ministério do Trabalho.

O Governo da Costa Rica não informou qual a extensão do ataque, nem indicou uma estimativa dos prejuízos causados, mas alguns sistemas, especialmente no Ministério das Finanças, ainda não estão a funcionar normalmente.

Carlos Alvarado, que era o presidente quando os ataques começaram, disse que a Costa Rica não pagaria nenhum resgate a este 'cibergangue'.

Numa declaração na semana passada, o Departamento de Estado dos EUA disse que o grupo Conti foi responsável, nos últimos dois anos, por centenas de incidentes de 'ransomware' (sequestro de dados informáticos por piratas, que pedem um resgate em criptomoedas para restabelecer o acesso da vítima aos dados).

"O FBI estima que, desde janeiro de 2022, houve mais de 1.000 vítimas de ataques associados ao 'ransomware' do grupo Conti, ­com os pagamentos de vítimas a excederem os 150 milhões de dólares [148,5 milhões de euros], tornando esta variante de 'ransomware' a mais cara já documentada", disse, no comunicado.

Além do estado de emergência por causa dos ciberataques, Chaves também eliminou o uso obrigatório de máscaras relacionado com a pandemia em espaços públicos e emitiu um decreto que instava as instituições públicas a não sancionar funcionários que não tenham sido vacinados contra a covid-19, revertendo a política do seu antecessor.

Leia Também: NOS e Altice dizem que não estão livres de ciberataques como o à Vodafone

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório