Meteorologia

  • 22 JANEIRO 2022
Tempo
MIN 5º MÁX 14º

Edição

Três redes sociais foram associadas ao agravamento de depressão

As conclusões de investigadores de Harvard foram obtidas depois de dois inquéritos a um grupo de pouco mais de 5 mil pessoas.

Três redes sociais foram associadas ao agravamento de depressão

Os documentos internos do Facebook revelados recentemente pela ex-trabalhadora e ‘whistleblower’ Frances Haugen apontam para efeitos negativos na saúde mental dos mais jovens. Todavia, o Instagram não é a única plataforma digital capaz de impactar os utilizadores.

De acordo com um estudo levado a cabo por investigadores da Escola de Medicina de Harvard, o Facebook, o Snapchat e o TikTok estão associados a uma maior probabilidade de aumento de sintomas depressivos.

Os investigadores levaram a cabo um inquérito a pouco mais de 5 mil pessoas com sintomas mínimos de depressão que, depois de usarem estas três plataformas, reportaram num segundo inquérito o referido aumento deste tipo de sintomas.

“Estes resultados sugerem que o uso de determinadas redes sociais precede um agravamento de sintomas depressivos”, pode ler-se nas conclusões do estudo partilhado pelo GadgetsNow.

Leia Também: Líder do Instagram vai responder perante o Congresso dos EUA

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório