Meteorologia

  • 27 JANEIRO 2022
Tempo
MIN 9º MÁX 17º

Edição

Investigação destaca influência do YouTube no combate à desinformação

Notou-se uma queda na partilha de vídeos falsos em plataformas como o Twitter e o Facebook assim que o YouTube começou a combater desinformação mais eficazmente.

Investigação destaca influência do YouTube no combate à desinformação

Uma nova investigação partilhada pela Universidade de Nova Iorque com o The New York Times, indica que o combate à desinformação no YouTube contribuiu para reduzir a quantidade de notícias falsas partilhadas em outras redes sociais (como o Twitter).

A investigação refere que no dia 3 de novembro, dia das eleições presidenciais dos EUA, se assistiu a um aumento considerável de partilhas de vídeos falsos do YouTube no Twitter. Porém, após a plataforma de vídeos da Google começar a remover vídeos com desinformação sobre as eleições (no dia 8 de dezembro), os investigadores notaram uma queda que os colocou abaixo dos 20%.

Por altura da tomada de posse de Biden, os vídeos falsos no Twitter com origem no YouTube estava à volta dos 5%.

A investigação nota que se assistiu à mesma tendência no Facebook, notando a importância do YouTube no combate à desinformação e a sua influência nas outras plataformas digitais.

Leia Também: YouTube. Negacionistas de alterações climáticas deixarão de ser pagos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório