Meteorologia

  • 25 OUTUBRO 2021
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 23º

Edição

Formalizado consórcio de cibersegurança que junta CNCS e cinco entidades

O consórcio C-Hub: Cybersecurity DIH - Polo Digital de Cibersegurança, que integra o Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS) e mais cinco entidades, entre as quais a AMA - Agência para a Modernização Administrativa, foi hoje formalizado.

Formalizado consórcio de cibersegurança que junta CNCS e cinco entidades

"Após reconhecimento como Polo de Inovação Digital para integração na Rede Nacional e sua designação para acesso à Rede Europeia, foi hoje formalizado o consórcio C-Hub: Cybersecurity DIH que integra o CNCS enquanto entidade coordenadora" e ainda as entidades AMA, C3P -- Centro de Competências em Cibersegurança e Privacidade da Universidade do Porto, INOV - Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores Inovação, TICE.PT -- Pólo das Tecnologias de Informação, Comunicação e Electrónica e PricewaterhouseCoopers/AG -- Assessoria de Gestão", refere o Centro Nacional de Cibersegurança.

A transformação digital em Portugal, salienta, "nomeadamente a implementação de novas tecnologias digitais, levantou novos desafios na esfera da cibersegurança".

As tecnologias emergentes como 5G [quinta geração], Inteligência Artificial (IA), a Internet das Coisas (IoT - Internet of Things) e computação em nuvem, "potenciadoras de um aumento da superfície e vetores de ataque", revelam-se "como áreas críticas que importam uma especial atenção em matéria de cibersegurança", sublinha o CNCS.

O C-Hub: Cybersecurity DIH integra áreas de conhecimento multidisciplinares e "pretende assumir-se como uma referência nacional e europeia para uma abordagem neutra, rápida e segura pelas organizações, nomeadamente da Administração Pública (AP) e do setor privado", nomeadamente as micro, pequenas e médias empresas (PME), na implementação de processos de transformação digital com foco nas áreas de cibersegurança, através da prestação de serviços inovadores, aconselhamento e planeamento.

Tal permite às organizações "tornarem-se mais dinâmicas e competitivas nas suas áreas de negócio e nos seus processos de produção, produtos e serviços com recurso às tecnologias e ambientes digitais, numa lógica de testar antes de investir e de procura de soluções inovadoras", conclui o CNCS.

Leia Também: Cuba: Lei de Cibersegurança restringe divulgação de conteúdos subversivos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório