Meteorologia

  • 20 SETEMBRO 2021
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 26º

Edição

Assédio na Activision Blizzard levou a protestos em 'World of Warcraft'

Além do protesto, os responsáveis iniciaram uma campanha de angariação de fundos para a organização sem fins lucrativos Black Girls Code.

Assédio na Activision Blizzard levou a protestos em 'World of Warcraft'

Os jogadores de ‘World of Warcraft’ decidiram protestar contra a responsável pelo jogo online, a Activision Blizzard, depois de a empresa ter sido processada pelo estado da California, EUA, por ser “terreno fértil para assédio e discriminação”.

No processo, a Activision Blizzard é acusada de submeter as trabalhadores da empresa a “assédio sexual constante”, alegações que não foram bem vistas pela ‘guild’ Fence Macabre, conta o Polygon.

Este grupo de jogadores decidiu juntar-se e sentar os seus avatares na zona de Oribos, organizando também uma campanha para arrecadar fundos para a organização sem fins lucrativos Black Girls Code (dedicada a ensinar programação a meninas entre os 7 e os 17 anos).

“Protestamos enquanto clientes e membros desta comunidade contra o tratamento de trabalhadores na Activision Blizzard e exigimos que façam mudanças permanentes e transparentes à empresa e propriedades intelectuais associadas. Apoiamos as vítimas e sobreviventes do abuso e racismo da Blizzard”, pode ler-se numa publicação de Twitter da ‘guild’ Fence Macabre.

Leia Também: Activision Blizzard processada por ser "terreno fértil para assédio"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório