Meteorologia

  • 08 JULHO 2020
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

CEO do Twitter diz ser responsável pela polémica com Trump

Jack Dorsey não quer que os colaboradores da empresa sejam alvo de assédio ou perseguição.

CEO do Twitter diz ser responsável pela polémica com Trump

O co-fundador e CEO do Twitter, Jack Dorsey, veio a público responsabilizar-se pela decisão de adicionar um link de verificação de factos aos ‘tweets’ do Presidente dos EUA, Donald Trump.

“No fim de tudo há uma pessoa responsável pelas nossas ações enquanto empresa e sou eu. Por favor, deixem os nossos colaboradores de fora disto. Continuaremos a apontar incorreções ou informações disputadas sobre eleições a nível global. E continuaremos a admitir os erros que cometermos”, pode ler-se no ‘tweet’ de Dorsey.

A publicação de Dorsey foi feita depois de os apoiantes de Donald Trump começaram a dirigir os protestos e a assediarem o responsável de integridade do Twitter, Yoel Roth. Kellyanne Conway, membro da administração Trump, mencionou o nome de Roth numa entrevista com a Fox News (abaixo) e mesmo os filhos do Presidente dos EUA publicaram ‘tweets’ a apontá-lo como responsável.

Trump não ficou satisfeito por ver os seus ‘tweets’ contestados pelo Twitter, o que possivelmente levará o Presidente dos EUA a assinar esta quinta-feira uma ordem executiva onde alegadamente tentará controlar de alguma forma as rede sociais.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório