Meteorologia

  • 05 JUNHO 2020
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 25º

Edição

Facebook. Zuckerberg admite reduzir salário a trabalhadores remotos

O fundador e CEO da tecnológica prevê que metade dos colaboradores da empresa comece a trabalhar remotamente ao longo dos próximos dez anos.

Facebook. Zuckerberg admite reduzir salário a trabalhadores remotos

O fundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, adiantou que a empresa começará a apostar mais na contratação de novos colaboradores em trabalho remoto. Porém, o líder da tecnológica admitiu também que “ajustará o salário” de acordo com a localização, conta a CNBC.

“Ajustaremos o salário de acordo com a localização. Haverá ramificações graves para as pessoas que não sejam honestas sobre este assunto”, afirmou Zuckerberg.

O facto de a sede do Facebook ser localizada em Silicon Valley, onde o custo de vida é considerado um dos mais elevados nos EUA, faz com que a empresa seja obrigada a pagar salários mais avultados. Porém, caso os trabalhadores se mudem para outras regiões, parece que a intenção da gigante tecnológica é começar a pagar de acordo com o custo de vida.

“Ao longo dos próximos cinco a dez anos, acredito que cerca de 50% dos nossos colaboradores trabalhará remotamente. Não é um alvo nem um objetivo, esclareceu Zuckerberg.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório