Meteorologia

  • 15 NOVEMBRO 2019
Tempo
11º
MIN 8º MÁX 13º

Edição

Plataforma de recenseamento de açorianos no mundo já entrou em vigor

O presidente do Governo dos Açores anunciou no domingo à noite na Bermuda que a plataforma de recenseamento de açorianos no mundo, implementada no seguimento do projeto do Conselho da Diáspora, criado este ano, entrou já em vigor.

Plataforma de recenseamento de açorianos no mundo já entrou em vigor

O Conselho da Diáspora Açoriana, proposto pelo executivo e aprovado por unanimidade pela Assembleia Legislativa Regional, tem a motivação de "convocar e envolver o povo açoriano espalhado pelo mundo no projeto de desenvolvimento" a que aspiram as nove ilhas, sinalizou Vasco Cordeiro

O governante falava na Bermuda, num jantar de convívio com a comunidade portuguesa, açoriana e lusodescendente, ponto que marcou o final do segundo de quatro dias de visita ao território atlântico.

Na sua intervenção, em que intercalou palavras em português e inglês, o chefe do executivo açoriano elogiou a emigração açoriana e as comunidade da Bermuda, bem como as do Brasil, América do Norte ou Uruguai.

"Presentemente, as necessidades e solicitações das próprias comunidades são diferentes e mais vastas. O contexto do relacionamento, quer com as sociedades de acolhimento, quer com os Açores, é marcado por outras prioridades e exigências", lembrou.

Vasco Cordeiro enalteceu ainda a "dedicação" da diáspora açoriana na "preservação dos seus elos de ligação com as nove ilhas", sinalizando que a comunidade da Bermuda é disso exemplo.

O Conselho da Diáspora Açoriana irá integrar 33 elementos, pertencendo dois terços destes à diáspora.

Os 19 conselheiros a eleger pelos açorianos da diáspora estão distribuídos por áreas geográficas onde a presença açoriana é mais expressiva: cinco nos Estados Unidos; cinco no Canadá; cinco no Brasil; um representante dos açorianos da Bermuda, um no Uruguai, um no território nacional, fora do arquipélago, e outro no resto do mundo.

Hoje, feriado nacional instituído este ano para assinalar a chegada, há 170 anos, dos portugueses à Bermuda, o programa tem início com a cerimónia de descerramento de uma placa alusiva à chegada de açorianos, enquanto que, à tarde, Vasco Cordeiro inaugura a sede da Casa dos Açores no território, encontrando-se com a comunidade açoriana.

Está ainda prevista uma visita ao Clube Vasco da Gama, fundado em 1935, responsável pela Escola Portuguesa, dedicada ao desenvolvimento e preservação da língua portuguesa, projeto apoiado pelo Governo dos Açores.

Esta é a primeira deslocação oficial de Vasco Cordeiro à Bermuda, que foi destino da emigração açoriana desde meados do século XIX. Estima-se que cerca de 20 a 25% da população da Bermuda seja descendente de portugueses, dos quais 90% de origem açoriana.

Se, relativamente aos outros destinos da emigração açoriana, a maioria dos emigrantes eram oriundos de todas as ilhas dos Açores, no caso da Bermuda, são, maioritariamente, naturais de concelhos específicos de São Miguel.

A Bermuda foi, assim, o terceiro grande destino da emigração açoriana, após Brasil e Estados Unidos da América.

­Relativamente aos processos que foram tratados diretamente pela Direção Regional das Comunidades dos Açores, apurou-se, de 1960 a 2018, um total de 8.626 cidadãos portugueses da região que saíram para a Bermuda com contrato de trabalho, para exercerem diversas atividades profissionais, nomeadamente nas áreas da construção civil e jardinagem.

De 2013 a 2018 saíram da região 389 cidadãos dos Açores, e este ano, de janeiro a 13 outubro, saíram da região 80 cidadãos açorianos com contrato de trabalho para a Bermuda.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório