Meteorologia

  • 20 OUTUBRO 2019
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 18º

Edição

'eFootball PES 2020': Um remate forte e colocado... que vai ao poste

O mais recente capítulo da clássica série da Konami fica perto do 'golo', mas vê-se traído por erros de palmatória.

Cristiano Ronaldo pega na bola à entrada da área, coloca-a no relvado, dá quatro passos para trás e um para a esquerda. Olha para a baliza, respira fundo, corre para a marcação de um pontapé-livre e desfere um remate colocado, com a medida certa de força. Quando todo o estádio se prepara para gritar golo... o esférico bate com estrondo no poste e sai pela linha de fundo.

Esta será, porventura, uma das mais simples metáforas que podemos usar para descrever aquilo que traz o novo 'eFootball PES 2020'. Um jogo que encanta dentro das quatro linhas, com os melhores gráficos alguma vez vistos na clássica série da Konami e com um estilo de jogo mais lento e, por conseguinte, mais próximo da realidade.

O que falta, então, para que esta promessa adiada cruze, de uma vez por todas, a linha de golo? Basicamente, corrigir uma mescla de problemas habituais, juntamente com outros tão simples que se torna quase impossível explicar como é possível que o jogo tenha sido lançado sem que ninguém os detetasse.

Quer um exemplo? Experimente cometer uma falta sobre um jogador adversário. O árbitro interrompe o jogo e surge de imediato a repetição do lance. Se a decidir ignorar, um logotipo enche o ecrã e causa um 'delay' de cerca de dois a três segundos. Coisa simples, mas que, com certeza, lhe irá 'moer' o juízo quando estiver a perder por 0-1 aos 85 minutos e pretender evitar ao máximo perder o ritmo de jogo.

Notícias ao Minuto© KonamiImersão quebrada

A Konami centrou os seus esforços em oferecer a experiência mais imersiva possível aos jogadores. As caras de jogadores 'estratosféricos', como Cristiano Ronaldo ou Lionel Messi, estão tão bem reproduzidas quanto a de outros que moram por cá, como Bruno Fernandes, Pizzi ou Pepe.

E, se for fã do campeonato português, saiba que pode contar com comentários na língua de Camões - Pedro Sousa e Luís Freitas Lobo são os locutores - com uma 'cinematic intro' igual àquela que antecede qualquer jogo transmitido na TV e até mesmo com o estádio de Alvalade.

E, por falar em estádios, por muito que jogue, dificilmente deixará de ficar maravilhado com a forma como o sistema de iluminação dinâmica altera o ângulo das sombras de uma parte para a outra, dando a sensação de que o dia vai, efetivamente, passando com o desenrolar do jogo.

No entanto, tudo acaba por se perder com o já 'crónico' problema de licenças de Konami. De que serve 'mergulhar' numa partida da I Liga portuguesa se, momentos depois, terá pela frente o Manchester B (o equivalente ao Manchester City) na Liga Europeia de Clubes (que é como quem diz, a Liga dos Campeões)?

Dirão os mais experientes nestas andanças que a solução é simples. Descarregar um 'option file', aplicá-lo no jogo e 'voilá', problema resolvido. Uma opção válida (ainda que não prática), mas que contempla apenas os utilizadores de PC e PS4, uma vez que é, para já, impossível fazê-lo na Xbox One.

Notícias ao Minuto© Konami

Um relvado impecável

Mas vamos àquilo que verdadeiramente interessa aos amantes da modalidade: o futebol jogado. A mecânica implementada pela Konami será, porventura, uma das mais realistas alguma vez aplicada num jogo do desporto-rei.

'eFootball PES 2020' reduz o ritmo  frenético pelo qual optou no último ano e deixa de lado os 'fogos de artifício' que, pese embora sejam agradáveis de ver no rival FIFA, são uma autêntica raridade na vida real (alguém se lembra de ver Lionel Messi fazer um 'cabrito' e executar de seguida um pontapé de bicicleta?).

Este não é um jogo de parada e resposta. É um jogo que requer calma e critério na troca de bola, em busca do 'buraco' na defesa adversária pelo qual a bola pode passar no momento certo para criar uma ocasião de perigo. Uma circunstância que só se altera quando estiver em vantagem. Aí sim, vão surgir os espaços.

O simples 'toque' é outro dos pontos de destaque no novo capítulo. É difícil descrever com exatidão o quão bem sabe o simples ato de rematar uma bola, tal a proximidade da realidade. Para agregar tudo isto, há uma nova câmara, de nome 'Stadium', que imita o ângulo utilizado nas transmissões televisivas, assim como uma fluidez de animações que o fará... sorrir.

Notícias ao Minuto© Konami

Modos que imploram por algo novo

Dependendo do tipo de jogador que é, passará a maior parte do tempo num de dois modos: Master League ou myClub. O primeiro dos dois, que o coloca na 'pele' do treinador de uma equipa em offline, é aquela que apresenta mais novidades.

Assim que começar, irá notar que já não terá de construir o seu 'avatar' do zero, mas sim escolher a partir de uma série de figuras da história do futebol internacional, como Johan Cruyff, Diego Armando Maradona, Zico ou Roberto Carlos.

Uma escolha que verá, de resto, bastantes vezes refletida, uma vez que a Konami apostou na introdução de várias 'cutscenes', que o colocarão, por exemplo, a responder a perguntas numa conferência de imprensa ou a discutir os planos para a temporada com o presidente do clube pelo qual optar.

Novidades que impressionam no primeiro contacto, mas que rapidamente perdem a 'graça', uma vez que pouco passam de estéticas. Estabelecer as metas para um determinado jogo diante dos jornalistas é algo de novo, mas com consequências praticamente nulas no desempenho dos jogadores.

Mais prática é a nova mecânica de transferências, que lhe dá uma maior capacidade de gestão do orçamento que terá para 'atacar' o mercado e nas negociações com outros clubes. O 'layout' deste modo está também mais 'limpo', o que é simpático em relação à confusão de anos anteriores.

no modo myClub, as alterações são quase nulas. Se é verdade que a Konami não procura de forma tão gritante 'sugar-lhe' o dinheiro com microtransações, como sucede na concorrência, também o é que continua a perder para o mais popular FIFA Ultimate Team.

É, no entanto, estranhamente fácil construir uma equipa com alguns dos melhores jogadores disponíveis, como, de resto, terá reparado se adquiriu o 'eFootball PES 2020' perto do lançamento e se deparou com equipas formadas por Diego Maradona, David Beckham e companhia.

Notícias ao Minuto© Konami

Pontos fortes

Mecânica de jogo refinada;

- Gráficos excecionais nas equipas e competições licenciadas;

- Comentários em português e inclusão do estádio de Alvalade;

Pontos fracos

- A falta de licenças já deveria há muito ter sido resolvida pela Konami;

- Falta de inovação, especialmente, no modo myClub.

Ideal para...

Se sempre foi fã da série Pro Evolution Soccer, não há como enganar. Este será, provavelmente, o mais bem conseguido jogo desta franquia em largos anos. Se não o for, e caso consiga manter-se à margem da falta de licenças para campeonatos como Premier League ou La Liga, este é um jogo que o deixará verdadeiramente apaixonado por aquilo que se passa dentro das quatro linhas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório