Meteorologia

  • 20 AGOSTO 2019
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 18º

Edição

Trump acredita que a Google planeia manipular eleições de 2020

O Presidente dos EUA acredita que a Google pode vir a manipular os resultados do seu motor de busca e influenciar as eleições presidenciais do próximo ano.

Trump acredita que a Google planeia manipular eleições de 2020

O Presidente dos EUA, Donald Trump, está convencido que a Google tem um plano para, através do seu motor de busca, “subverter ilegalmente a eleição de 2020”.

A ideia é que a Google manipulará os resultados de pesquisa do seu motor de busca para prejudicar a campanha de Donald Trump, uma teoria de conspiração que já levou até a uma reunião entre Trump e o CEO da Google, Sundar Pichai.

Apesar disso, Trump não parece convencido da imparcialidade política da Google. O Presidente dos EUA partilhou até na sua página de Twitter uma entrevista com um ex-colaborador da Google, Kevin Cernekee, que havia acusado a empresa de ser contra a ala política conservadora.

Entretanto, a tecnológica de Mountain View classificou os comentários do ex-colaborador “descontente” como “absolutamente falsos”.

“Fazemos um esforço para produzir os nossos produtos e aplicar as nossas políticas de formas que não levam em conta inclinações políticas. Distorcer resultados para propósitos políticos prejudicaria o nosso negõcio e iria contra a nossa missão de providenciar conteúdo útil para todos os nossos utilizadores”, pode ler-se no comunicado de um porta-voz da Google enviado ao The Verge.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório