Meteorologia

  • 22 AGOSTO 2019
Tempo
29º
MIN 23º MÁX 33º

Edição

Estudantes portugueses criam projeto inovador de Inteligência Artificial

Quatro jovens de Aveiro e do Porto estão a participar num estágio científico do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC) e vão desenvolver uma "solução inovadora" na área da inteligência artificial.

Estudantes portugueses criam projeto inovador de Inteligência Artificial
Notícias ao Minuto

14:27 - 17/07/19 por Lusa

Tech Universidade

Tiago Teixeira, Cármen Silva, Ruben Leal e Renata Lei têm entre 15 e 18 anos e estão, desde segunda-feira, nos laboratórios do INESC TEC a desenvolver tarefas e pequenos projetos relacionados com ciência de dados, inteligência artificial e aprendizagem automática.

Sob o lema "Como vai ser a Inteligência Artificial em 2030?", o estágio, desenvolvido no âmbito do programa Ciência Viva no Laboratório, pretende "desafiar os alunos a pensar de que forma a inteligência artificial vai ter impacto na vida das pessoas".

Em entrevista à agência Lusa, José Manuel Mendonça, presidente do Conselho de Administração do INESC TEC, explicou hoje que, ao longo desta semana, sete investigadores do instituto estão a trabalhar juntamente com os jovens do ensino secundário numa tentativa de "fazer crescer neles o interesse e paixão" pela ciência e tecnologia.

"Mostramos-lhes qual o impacto, utilidade e para que servem as várias tecnologias que temos no instituto, seja desde levar comida aos doentes nos hospitais, até colaborarem com os trabalhadores nas fábricas ou realizarem tarefas perigosas para o humano", disse o responsável.

Depois de passarem por uma série de oficinas especializas e realizarem algumas visitas externas, os jovens vão na sexta-feira apresentar um projeto final com grande impacto em 2030, tendo por base uma ideia inovadora, seja uma nova empresa, negócio ou tecnologia.

Para José Manuel Mendonça, este momento será o mais "desafiante" de todo o estágio, mas também o mais importante para os jovens começarem a "treinar competências relacionadas com o processo criativo".

"Eles estão numa fase interessante porque não sabem se vão para bioengenharia, informática ou outra área e o estágio também os ajuda neste processo", salientou.

O programa Ciência Viva no Laboratório, que se realiza há 23 anos, já envolveu, através dos estágios em laboratórios científicos de todo o país, mais de 16 mil alunos.

Este ano, a iniciativa prevê realizar até dia 06 de setembro mais de 300 estágios em áreas tão distintas como robótica, impressão 3D e energias renováveis em 68 instituições do país, abrangendo cerca de 1.050 estudantes desde o 9.º até ao 12.º ano de escolaridade.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório