Meteorologia

  • 18 JUNHO 2019
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 17º

Edição

Facebook. Decisão de manter anúncios políticos foi de Zuckerberg

Em 2020 terão lugar novas eleições presidenciais nos EUA.

Facebook. Decisão de manter anúncios políticos foi de Zuckerberg

O Facebook tomou a decisão de continuar a permitir anúncios políticos na rede social, uma decisão que de acordo com o The Wall Street Journal foi tomada pelo próprio fundador e CEO da tecnológica, Mark Zuckerberg.

De notar que a empresa ainda se encontra debaixo de fogo pela forma como permitiu que anúncios políticos do Facebook alegadamente interferiram com as eleições presidenciais dos EUA de 2016. Por isso mesmo, o Facebook tomou a decisão de não pagar comissões a anunciantes por venderem anúncios políticos.

A notícia de que os anúncios políticos continuarão no Facebook chega numa altura em que os EUA se preparam para as eleições presidenciais, as quais terão lugar em 2020. É de esperar no entanto que a tecnológica de Zuckerberg crie equipas especiais para vigiar a rede social durante esta altura, tal como fez durante as eleições intercalares dos EUA no final de 2018 e está a fazer durante as eleições europeias, que se realizam já esta domingo, dia 26.

Leia mais: Facebook retirou três mil milhões de contas falsas entre outubro e março

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório