Meteorologia

  • 17 JUNHO 2019
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 19º

Edição

Atribuição de licenças deve ser total e não fragmentada, diz Vodafone

O presidente executivo da Vodafone Portugal, Mário Vaz, defendeu hoje que a atribuição das licenças de quinta geração móvel (5G) deverá ser feita na totalidade, com "planeamento adequado", e não de forma fragmentada.

Atribuição de licenças deve ser total e não fragmentada, diz Vodafone
Notícias ao Minuto

16:08 - 22/05/19 por Lusa

Tech Vodafone

A ligação em quinta geração móvel (5G), tendo como parceiro tecnológico a Ericsson, foi realizada durante uma viagem de cerca de sete quilómetros entre Tui e Valença do Minho, em que dois jogadores profissionais de videojogos, entre os quais o português Ricardo 'Fox' Pacheco, esteve a jogar na rede móvel da Vodafone sem qualquer interrupção da conexão durante o percurso.

No evento, a Vodafone Portugal apresentou aos jornalistas o primeiro telemóvel 5G, da Qualcomm.

O grupo Vodafone já tinha anunciado que iria ter 50 cidades europeias com 5G até final do ano, das quais seis espanholas: Madrid, Barcelona, Saragoça, Sevilha, Pamplona e Bilbau.

Entretanto, hoje foram anunciadas mais duas na Galiza: Vigo e Corunha.

Em Espanha, o grupo Vodafone vai ter estas cidades com 5G até ao verão.

"Dentro de pouco tempo, Vigo e Corunha serão cidades 5G", afirmou António Coimbra, em Tui.

Relativamente a Portugal, a subsidiária portuguesa ainda não indicou as cidades, uma vez que não há calendário, nem modelo de atribuição da licença.

"É um momento que consideramos histórico", afirmou o presidente executivo da Vodafone Espanha, António Coimbra, em Tui, aquando da conexão 5G em 'roaming' em mobilidade, ligação garantida por oito antenas da Ericsson, com metade das antenas em Portugal e outras tantas em território espanhol.

Manifestando-se "muito orgulhoso" em fazer esta ligação, a primeira a nível mundial, entre Portugal e Espanha, António Coimbra sublinhou que as "telecomunicações são motor de mudança" e que a nova tecnologia vai "permitir o desenvolvimento e melhorar a vida das cidades".

Por sua vez, o presidente da Vodafone Portugal, Mário Vaz, começou por dizer que tinha lido que os escritores portugueses Fernando Pessoa e Luís Vaz de Camões terão tido "ascendência galega", pelo que o local de realização do evento, na Galiza, não poderia ter sido o melhor.

"A cooperação entre Portugal e a Galiza" é um "bom exemplo", quer em termos culturais como económicos, acrescentou.

"Cooperação é a nova palavra de ordem na nova revolução digital", disse, apontando a longa parceria que a Vodafone de Portugal tem com a Ericsson.

Salientou ainda a importância de parcerias com as universidades e empresas no desenvolvimento da tecnologia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório