Meteorologia

  • 20 ABRIL 2019
Tempo
24º
MIN 22º MÁX 25º

Edição

Impressora 3D produz coração a partir de tecido humano

O estudo abre caminho para a realização de transplantes sem risco de rejeição.

Notícias ao Minuto

12:46 - 16/04/19 por Notícias Ao Minuto 

Tech Saúde

Investigadores da Universidade de Tel Aviv, em Jerusalém, apresentaram um coração vivo feito a partir de tecido humano com uma impressora 3D.

O estudo, publicado na revista Advanced Science, abre caminho para a realização de transplantes sem risco de rejeição, já que o órgão é feito com células do próprio paciente.

"Já haviam conseguido imprimir em 3D a estrutura de um coração, mas esta é a primeira vez que alguém consegue projetar e imprimir um coração inteiro, repleto de células, vasos sanguíneos, ventrículos e câmaras", disse esta segunda-feira, dia 15, o professor Tal Dvir, que liderou a pesquisa, apontando que o coração está completo, vivo e palpitando.

"Realizámos uma pequena biópsia de tecido adiposo do paciente, removemos todas as células e separámo-las do colágeno e de outros biomateriais, fizemos a reprogramação para que fossem células estaminais e, então, diferenciámo-las para que sejam células cardíacas e células de vasos sanguíneos", detalhou.

O protótipo de coração tem cerca de três centímetros, o equivalente ao tamanho do órgão de um coelho ou de uma pequena cereja.

No momento, as células podem contrair-se mas o coração completo não bombeia. "Ainda é muito básico", disse Dvir.

De acordo com o pesquisador, é preciso desenvolvê-lo mais, para conseguir um órgão que possa ser transplantado para um ser humano.

"O próximo passo é amadurecer essas células e ajudá-las para que se comuniquem entre elas, de forma que se contraiam juntas. É preciso ensinar as células a se comportarem adequadamente", explicou.

"Depois, teremos outro desafio, que é conseguir desenvolver um coração maior, com mais células. Temos que descobrir como criar células suficientes para produzir um coração humano", acrescentou.

Futuramente, a equipa liderada por Dvir planeia fazer o transplante em corações de pequenos animais, como coelhos e ratos.

"Talvez, em dez anos, haja impressoras de órgãos nos melhores hospitais do mundo, e esses procedimentos sejam conduzidos rotineiramente", finalizou Dvir.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório