Meteorologia

  • 17 DEZEMBRO 2018
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 14º

Edição

Bragança quer desenvolver "turismo inteligente"

O "turismo inteligente" volta a estar em discussão em Bragança, na sexta-feira e no sábado, com especialistas internacionais a apresentarem projetos e soluções para tirar partido das potencialidades existentes apostando no conceito "smart", divulgaram hoje os promotores.

Bragança quer desenvolver "turismo inteligente"
Notícias ao Minuto

11:38 - 03/12/18 por Lusa

Tech Solução

Pelo quinto ano consecutivo, o município de Bragança aposta no "Smart Travel", um evento de debate sobre as estratégias de desenvolvimento sustentável em torno do turismo com um painel de oradores que inclui alguns participantes no evento internacional Web Submmit, realizado em Lisboa.

A organização destaca a participação da agência Bulgarian Private Equity nad Venture Capital Association (BCVA), representada por Evgeny Angelov, um alto quadro do Governo da Bulgária com influência na definição da estratégia política económica daquele país.

Outros dos nomes em destaque é Maria Marinova que, com Evgeny Angelov, promove a Bulgária como um destino alternativo para empreendedores, através da agência que se dedica a financiar e apoiar novos ativos e 'startups'.

"A sua presença no Smart Travel tem como principal objetivo conectar países, partilhar experiências e trabalhar na construção de um ecossistema empreendedor alternativo em que portugueses, através de Bragança, e búlgaros possam interagir, dinamizar intercâmbios e novas oportunidades de negócios e abertura de novos mercados", como informou a organização.

Os promotores do "Smart Travel" são a Câmara de Bragança e um nome da região associado a este conceito, Vítor Pereira.

Para além da comitiva búlgara, o evento conta ainda, durante os dois dias, com a presença de Normandy Madden, a responsável pela comunicação de uma das empresas apresentadas como "promissora no mundo", a The Digit Group, que está a "construir" cidades inteligentes (smart cities) na Ásia e América.

Outro nome associado à temática é o de Nagore Espinosa, uma académica espanhola que se dedica às estratégias do turismo sustentável.

Na área da tecnologia marcam presença duas empresas: a japonesa NEC, que implementa estruturas tecnológicas, e a Ubiwhere, um consórcio que presta serviços nesta área.

Bragança e o Nordeste Transmontano promovem a discussão em torno das Cidades Inteligentes e Turismo e Destinos Inteligentes desde 2014, data da realização do primeiro "Smart Travel".

A iniciativa visa promover a "discussão global sobre o futuro do turismo em regiões periféricas, áreas protegidas e como preservar o património cultural e natural, garantindo um retorno justo para as populações através de uma estratégia baseada em sustentabilidade, criatividade e inovação".

O debate procura contribuir para "uma estratégia para um turismo único, diferenciador e inteligente que deve estar no centro de toda a ação e no esforço comum de todos os agentes privados e públicos que se relacional com esta atividade, que é assumida por todos como uma oportunidade para o progresso e bem-estar económico e social".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório