Meteorologia

  • 13 DEZEMBRO 2018
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 12º

Edição

O "equívoco do Bloco", segundo João Galamba

O deputado socialista aproveitou o balanço da passada sexta-feira, dia em que foi apresentado o Programa de Estabilidade e Crescimento do Governo, para deixar algumas farpas ao Bloco de Esquerda, partido que tem contestado a 'postura' de Centeno.

O "equívoco do Bloco", segundo João Galamba
Notícias ao Minuto

08:30 - 16/04/18 por Tiago Miguel Simões 

Política PEC

Numa altura em que o Programa de Estabilidade e Crescimento de Mário Centeno gerou grande divisão de opiniões entre os vários partidos representados na Assembleia da República, mesmo entre aqueles que ‘suportam’ o Governo, João Galamba aproveita para deixar algumas ‘farpas’ ao Bloco de Esquerda. 

“No orçamento que o Bloco aprovou estava previsto que o saldo primário aumentasse 200 milhões de euros. No programa de estabilidade apresentado na última sexta feira está previsto que o saldo primário piore 400 milhões”, começou por escrever na sua página de Facebook, continuando “entre o OE2018, apresentado em outubro de 2017, e o programa de estabilidade, apresentado em abril de 2018, há menos 600 milhões de consolidação orçamental (medida pela variação do saldo primário) do que estava previsto e foi aprovado pelo Bloco”, pode ler-se. 

O deputado socialista não fica por aqui e afirma que os 600 milhões que ‘desapareceram’, tal como escreve, seriam “a folga” proveniente dos resultados de 2017. Galamba indica também que o “equívoco do Bloco” prende-se com o facto de o “programa de estabilidade que o Governo apresentou na sexta feira ter uma consolidação orçamental menos exigente do que aquela que o Bloco tinha aprovado”. 

“600 milhões de euros menos exigente, para ser exato”, remata o socialista.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório