Meteorologia

  • 19 DEZEMBRO 2018
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 17º

Edição

PSD critica escolhas do Governo para administração do porto de Leixões

Quatro concelhias do PSD do Grande Porto criticaram hoje as escolhas feitas pelo Governo para a Administração do Porto do Douro e Leixões (APDL), considerando que esta "representa unicamente a vontade de um partido político".

PSD critica escolhas do Governo para administração do porto de Leixões
Notícias ao Minuto

19:30 - 08/03/18 por Lusa

Política APDL

Num comunicado conjunto com o título "Nova leva de 'boys' nomeados para a administração da APDL", as concelhias sociais-democratas do Porto, Matosinhos, Vila Nova de Gaia e Vila do Conde escrevem: "O PS perdeu definitivamente a vergonha".

"A administração recém-nomeada representa unicamente a vontade de um partido político, que muito tem penalizado os portugueses e corresponde a interesses contrários à administração pública, em ordem às regras de boa governança", lê-se na nota.

Para os sociais-democratas é "inegável que a ADPL é um dos poucos símbolos cujo poder de decisão se mantém a Norte", razão pela qual o PSD afirma que "os sucessivos Governos sempre indicaram quadros com reconhecida experiência profissional e académica para a administração".

"Mas o PS, neste caso, quis levar o denominado grau de partidarismo político ao extremo - o Governo de Portugal não indicou os seus melhores - indicou simplesmente os 'seus', ou seja, os socialistas Nuno Araújo, Cláudia Soutinho e Joaquim Gonçalves, os quais não apresentam qualificações e a experiência adequadas e suficientes e encontram-se impreparados para o cargo que assumiram", referem as concelhias.

Ainda de acordo com a nota, os nomes citados foram alvo de nomeação direta "sem passarem pelo crivo de um concurso público", apontado que as escolhas foram feitas por serem militantes do PS, candidatos ou autarcas.

"Nuno Araújo é o secretário-coordenador do partido em Penafiel e foi Chefe de Gabinete do Secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Pedro Nuno Santos; Cláudia Soutinho integrou a lista de vereadores do PS à câmara do Porto e exerceu funções na Câmara de Matosinhos; Joaquim Gonçalves é autarca eleito pelas listas socialistas em Matosinhos, chegando a exercer a 'honorabilíssima' função de coordenador da secção de transportes da Distrital PS/Porto", lê-se na nota dos sociais-democratas.

Contactado pela Lusa, o Ministério do Mar remeteu, em resposta, uma síntese dos currículos dos administradores.

O Ministério do Mar destaca que Nuno Araújo é licenciado em engenharia mecânica pela Universidade do Minho, foi vogal e presidente do conselho de administração da Fundação para a Divulgação das Tecnologias de Informação e diretor da Divisão de Desenvolvimento de Negócio e Internacionalização da EQS, Lda.

Já a síntese relativa a Cláudia Soutinho refere que é licenciada em direito pela Universidade de Coimbra, tendo exercido as funções de chefe de gabinete, diretora do Departamento Jurídico e diretora municipal dos Serviços Partilhados em Matosinhos.

Sobre Joaquim Gonçalves, a tutela escreve que é licenciado em engenharia civil e foi diretor delegado do Instituto Portuário e dos Transportes Marítimos (IPTM). O Ministério acrescenta que este "possui aptidão e capacidade de liderança consolidada enquanto diretor delegado regional da Delegação Norte e Douro, tendo em conta os diversos momentos de reorganização do IPTM e a transferência da gestão do porto de Viana do Castelo para a APDL, em 2009".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório