Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2018
Tempo
35º
MIN 33º MÁX 36º

Edição

Negrão acusa "dois deputados" de falta de "ética"

O novo líder parlamentar do PSD já reagiu aos resultados que obteve na votação que teve lugar esta quinta-feira.

Negrão acusa "dois deputados" de falta de "ética"

Fernando Negrão sucede a Hugo Soares, na liderança da bancada parlamentar do PSD, após as eleições que se realizaram esta quinta-feira. Finda a contabilidade dos votos, Negrão foi eleito com 39,7% dos votos, um número que se traduz em 35 votos favoráveis, 32 em branco e 21 nulos.

Face a este resultado, o social-democrata falou aos jornalistas garantindo ter “condições e legitimidade para a assumir a responsabilidade” de liderar os deputados ‘laranjas’ no Parlamento, recusando a ideia de ter a bancada contra si.

Apesar de negar sair “enfraquecido” desta eleição, Fernando Negrão aponta o dedo a dois deputados, considerando que “não é um problema de natureza política, mas de natureza ética”.

“A minha lista integrava 37 pessoas e eu tive 35 votos favoráveis. Há duas pessoas [cuja atitude] no plano ético é condenável”, acusou, considerando que “há um problema neste grupo parlamentar porque houve duas pessoas que aceitaram integrar a minha lista e depois terão votado em branco”.

“É um problema de natureza ética”, reforçou.

Pese embora o resultado eleitoral, Fernando Negrão vê os 32 votos em branco como uma “espécie de benefício da dúvida”, o que o leva a acreditar ter “condições para assumir a responsabilidade”, algo que “não aconteceu com mais nenhum deputado”, uma vez que mais ninguém se candidatou à liderança do grupo parlamentar.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório