Meteorologia

  • 24 MAIO 2018
Tempo
16º
MIN 16º MÁX 16º

Edição

PSD não aceita discriminação do Centro na referenciação de queimados

O grupo parlamentar do PSD não aceita a discriminação da região Centro na referenciação de doentes queimados, no seguimento do despacho governativo que implementa a resposta a situações de emergência nesta área até 2020, foi hoje anunciado.

PSD não aceita discriminação do Centro na referenciação de queimados
Notícias ao Minuto

17:58 - 09/02/18 por Lusa

Política Saúde

Em comunicado enviado à agência Lusa, os parlamentares social-democratas questionam o Governo sobre os motivos que levam o Governo [assessorado por uma comissão técnica] a considerar última prioridade a requalificação da unidade de queimados do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC).

"A região Centro e Coimbra em particular estão a ser discriminados pelo Governo em matéria de saúde", refere a nota, que salienta o facto do CHUC ter tratado a maioria dos feridos queimados dos graves incêndios de junho e outubro de 2017 na região Centro.

Os deputados do PSD consideram que, neste contexto, importa "garantir que o Governo investirá nos CHUC e não reduzirá, ao invés, o número de camas disponíveis para doentes queimados nesse estabelecimento hospitalar, em benefício dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) localizados nas cidades de Lisboa e do Porto".

"Tal não só prejudicaria os utentes do SNS da região Centro, como significaria uma inaceitável discriminação negativa desta região", lê-se no comunicado.

O CHUC possui uma Unidade de Queimados "que funciona num pavilhão com cerca de 50 anos, a carecer de remodelação, bem como de novos equipamentos e de um reforço de meios técnicos, existindo já, relativamente a esse serviço, um projeto novo, cumprindo todos os ditames preconizados".

Num conjunto de perguntas dirigidas ao Governo, o grupo parlamentar dos social-democratas questiona se "não haverá uma redução do número de camas para doentes queimados no CHUC" e qual o motivo pelo qual é desconsiderada a prioridade de requalificação "constante do projeto de uma nova Unidade de Cuidados Críticos para o CHUC".

Questionam ainda "qual o financiamento global e qual o cronograma de investimento previstos para a requalificação das unidades de queimados no Serviço Nacional de Saúde até 2020 e porque razão não considerou o Governo, no despacho n.º 9496/2017, a criação de uma unidade de queimados pediátrica na região Centro, designadamente no CHUC/Hospital Pediátrico".

"A criação da referida Unidade de Queimados Pediátrica na região Norte pode justificar-se, tanto quanto se justificará também a criação de uma unidade similar na região Centro, a qual, não só dispõe também de serviços hospitalares altamente diferenciados, como é, de resto, aquela onde se têm infelizmente registado mais vítimas humanas em resultado de incêndios", refere o comunicado.

Para o PSD, o Governo deve fazer decorrer a criação de uma nova unidade pediátrica de queimados "de uma avaliação estritamente técnica e que fundamentasse, de uma forma adequada e suficiente, a decisão política tomada, o que não sucedeu".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.