Meteorologia

  • 15 NOVEMBRO 2018
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 15º

Edição

Abstinência sexual? "Fiquei perplexo com ingerência da Igreja"

Joaquim Jorge ficou "perplexo" com as polémicas declarações do cardeal-patriarca de Lisboa.

Abstinência sexual? "Fiquei perplexo com ingerência da Igreja"
Notícias ao Minuto

12:00 - 09/02/18 por Inês André de Figueiredo 

Política Joaquim Jorge

D. Manuel Clemente recomenda que os casais que vivam em “situação irregular”, por ainda não terem o seu anterior casamento regularizado, devem abster-se de ter relações sexuais.

“Fiquei perplexo! A constante ingerência da Igreja na vida das pessoas”. É desta forma que Joaquim Jorge reage, num texto de opinião escrito para o Notícias ao Minuto, às declarações polémicas do cardeal-patriarca de Lisboa.

Admitindo ser um "agnóstico", o fundador do Clube dos Pensadores considera que “a Igreja nunca soube resolver a questão da sexualidade, contudo deveria fazer um ato de contrição orando pela tristeza de ter no seu seio tantos pedófilos e alguns deles encobertos que não foram condenados”.

“Portugal é um país soberano e laico, não há o direito de o Vaticano vir impor comportamentos a outro Estado”, frisou, ressalvando que “em Portugal há uma separação entre Estado e Igreja. Por vezes, o nosso Estado gosta de se tornar nosso ‘paizinho’ e dizer-nos o que devemos fazer, agora, é a nossa Igreja que se quer tornar nossa ‘mãezinha’”.

Na opinião de Joaquim Jorge, a Igreja tem de “evoluir e perceber que não manda no corpo das pessoas”.

O biólogo revela até perceber a “preocupação da Igreja na banalização do divórcio, mas até dominar o comportamento dos católicos vai uma grande distância”.

“Ter sexo ou não isso é com cada um ou cada uma. É algo íntimo e de foro privado. Não há o direito de vir alguém de fora seja quem for dizer o que se deve fazer. Recomendações deste tipo só levam a que cada vez um maior número de católicos o deixe de ser”, refere.

Neste sentido, Joaquim Jorge defende que “a Igreja tem de evoluir e adaptar-se aos seus crentes”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório