Meteorologia

  • 14 NOVEMBRO 2018
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 13º

Edição

Eutanásia: "Debates agregam apenas os privilegiados que não têm dúvidas"

O social-democrata Carlos Abreu Amorim considera que o debate sobre a despenalização da eutanásia “não é todo igual”.

Eutanásia: "Debates agregam apenas os privilegiados que não têm dúvidas"
Notícias ao Minuto

11:30 - 08/02/18 por Inês André de Figueiredo 

Política Carlos Abreu Amorim

O tema da eutanásia terá mesmo espaço de discussão no Parlamento, sendo que Bloco e PAN já apresentaram um projeto-lei, e o PS, assim como ‘Os Verdes’, preparam-se para fazer o mesmo. O anúncio de que os socialistas iriam apresentar uma proposta de legalização para a eutanásia foi confirmada na passada terça-feira, à Lusa, por Carlos César e tem merecido diversos comentários nos diferentes partidos do espectro político.

Carlos Abreu Amorim considera, na sua página de Facebook, que o debate sobre a despenalização da eutanásia “não é todo igual”.

“Há um ano, o PSD organizou um Colóquio na Assembleia da República em que foram escutados especialistas com diferentes opiniões, desde quem está a favor, quem é contra e quem permanece em dúvida”, recorda o deputado social-democrata.

E agora que o tema volta a estar em cima da mesa, Abreu Amorim diz ter reparado que “os debates agregam unicamente aqueles privilegiados que não têm dúvidas nenhumas: há debates só com os que estão a favor, outros só com os que são contra...”.

“O esclarecimento da generalidade das pessoas não ficará favorecido no caso de, também este debate, se vier a circunscrever a uma ‘discussão de apóstolos’ de ambos os lados”, acrescenta o social-democrata.

Independentemente do debate no Parlamento, o PSD deverá dar liberdade de voto no que toca ao tema da eutanásia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório