Meteorologia

  • 22 JULHO 2018
Tempo
20º
MIN 19º MÁX 20º

Edição

Costa "não ficaria surpreendido" se Fitch hoje "concluísse o óbvio"

O primeiro-ministro, António Costa, disse hoje em Bruxelas que "não ficaria surpreendido" se a Fitch acompanhasse o que outras agências de notação têm feito e "concluísse o óbvio", retirando Portugal do «lixo».

Costa "não ficaria surpreendido" se Fitch hoje "concluísse o óbvio"
Notícias ao Minuto

14:50 - 15/12/17 por Lusa

Política Declarações

Em declarações à imprensa no final de um Conselho Europeu, o chefe de Governo começou por dizer que não iria "antecipar expectativas" quanto à revisão do rating de Portugal que a Fitch deverá publicar hoje, mas comentou que "há um dado que é muito claro: a situação económica e financeira hoje não tem nada a ver com a situação de Portugal do ponto de vista económico e financeiro em 2011 ou em 2015".

"Houve outras agências de rating que já anteciparam esse movimento, e sobretudo os mercados têm estado a antecipar claramente esse movimento. Ao longo do ano temos vindo a reduzir a nossa taxa de juro e tivemos a saída do Procedimento por Défice Excessivo. Não ficaria surpreendido que as agências de notação financeira concluíssem o óbvio: é que a situação hoje, estando tão diferente daquela em 2011, tem de ter uma notação distinta, claramente distinta, da que tinha em 2011", declarou.

Em setembro passado, outra das principais agências de notação, a Standard & Poors, retirou Portugal do lixo, revendo em alta o rating atribuído à dívida soberana portuguesa de BB+ para BBB-, um primeiro nível de investimento.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.