Meteorologia

  • 16 DEZEMBRO 2017
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 11º

Edição

Governo encara inclusão digital como questão de cidadania

A ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques, disse hoje que a inclusão digital "é uma questão de cidadania" na qual o Governo está empenhado.

Governo encara inclusão digital como questão de cidadania
Notícias ao Minuto

12:27 - 06/12/17 por Lusa

Política Ministra

"Não deixemos ninguém para trás", afirmou a ministra, ao frisar a necessidade de promover a "inclusão digital" em Portugal.

Maria Manuel Leitão Marques intervinha, em Coimbra, na abertura da primeira Conferência do Fórum Permanente para as Competências Digitais, promovida pelo Governo no âmbito da Iniciativa Nacional em Competências Digitais e.2030 (Portugal INCoDe.2030).

Ação integrada de política pública, envolvendo vários ministérios, a INCoDe.2030 visa reforçar as competências digitais na sociedade portuguesa.

Esta aposta do XXI Governo Constitucional, liderado pelo socialista António Costa, "exige pensar de forma aberta e colaborativa", embora "sem partir de um quadro em branco", disse a ministra da Presidência e da Modernização Administrativa.

Portugal precisa de investigação científica "que antecipe e promova" um maior conhecimento das pessoas, das instituições públicas e das empresas na área tecnológica.

Insistindo que o desenvolvimento das competências digitais "é um desafio aberto a toda a sociedade", que na sua opinião reconhece o esforço nacional com esse objetivo, Maria Manuel Leitão Marques apelou à "responsabilidade social das instituições do ensino superior", dirigindo-se em particular à Universidade de Coimbra, cujo reitor, João Gabriel Silva, estava presente na sala.

"Falta muito para fazer. Este trabalho é contínuo", acrescentou.

No entanto, para alcançar melhores resultados, importa "estabelecer sinergias" entre diferentes programas, envolvendo diferentes departamentos da Administração Central e as próprias autarquias, ao nível da freguesia e de município.

Aliás, a freguesia "é o nível de governo que pode ser o parceiro mais importante" para alguns projetos.

"As autarquias são fundamentais", acentuou a ministra da Presidência e da Modernização Administrativa.

Na abertura dos trabalhos, que decorrem no Convento de São Francisco, na margem esquerda do rio Mondego, até ao fim da tarde de hoje, intervieram ainda Rogério Carapuça (INCoDe), Pedro Guedes de Oliveira (INCoDe), Mário Campolargo, diretor-geral adjunto da Direção-Geral da Informática da Comissão Europeia, e Manuel Machado, presidente da Câmara Municipal de Coimbra.

CSS/JEF // PMC

Lusa/Fim

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório