Meteorologia

  • 11 DEZEMBRO 2017
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 13º

Edição

CDS pede acesso a parte não divulgada do relatório sobre incêndios

O CDS-PP vai pedir que seja entregue ao parlamento o capítulo do relatório sobre as falhas de socorro nos incêndios de junho, em Pedrógão Grande, mesmo que seja necessário apagar nomes de mortos e vítimas.

CDS pede acesso a parte não divulgada do relatório sobre incêndios
Notícias ao Minuto

13:51 - 18/11/17 por Nuno Simas

Política Nuno Magalhães

"Tendo em atenção a gravidade do que se passou, nada pode ficar por esclarecer, em dúvida ou sob suspeita", disse à agência Lusa o líder parlamentar do CDS, Nuno Magalhães, afirmando que a Assembleia da República tem formas de analisar, com reserva, essa parte do relatório não divulgado pelo Governo para "proteger dados pessoais" das vítimas.

O Ministério da Administração Interna não divulgou o capítulo do relatório pedido à equipa de Xavier Viegas com os pormenores das mortes de cada uma das 64 vítimas mortais e pediu um parecer à Comissão Nacional de Proteção de Dados Pessoais (CNPDP).

Agora, o CDS espera que a comissão tome uma decisão rapidamente e, se tal não acontecer, pede ao Governo que entregue ao parlamento o documento em que pode não estar inscrito o nome das pessoas envolvidas, as vítimas, ou pedir "reserva de confidencialidade" ou que seja discutido "à porta fechada" na comissão de Assuntos Constitucionais, explicou Nuno Magalhães.

Hoje, o semanário Expresso divulgou parte do relatório de Xavier Viegas, professor da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, sem revelar nomes, e em que mostra terem existido falhas no socorro às vítimas.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório