Meteorologia

  • 16 DEZEMBRO 2017
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 10º

Edição

"Cavaco fez ajuste de contas com o passado e cometeu erros de avaliação"

Edite Estrela tece críticas a Cavaco Silva pela avaliação que fez do estado do país.

"Cavaco fez ajuste de contas com o passado e cometeu erros de avaliação"
Notícias ao Minuto

07:50 - 05/09/17 por Goreti Pera

Política Edite Estrela

Edite Estrela dedicou o seu mais recente artigo de opinião no blog Ação Socialista à análise do discurso proferido por Cavaco Silva na Universidade de Verão do PSD.

No entender da socialista, o ex-Presidente da República “lançou a polémica da linguagem e enviou recados a muitos destinatários inominados, deixando aos ouvintes a tarefa fácil da identificação”. E um dos destinatários em causa é precisamente quem o sucedeu no cargo.

“A recusa da selfie foi a forma de implicitamente criticar não apenas as icónicas selfies de Marcelo mas também a presidência dos afetos. (…) As palavras podem ser usadas como instrumentos de dominação e poder. Cavaco Silva e Marcelo sabem isso muito bem. E sabem usar as palavras e a comunicação social a seu favor”, escreveu Edite Estrela.

A se ver, o que Cavaco Silva fez no seu regresso à intervenção pública foi um “ajuste de contas com o passado”, no qual cometeu “ vários erros de avaliação”.

“Se pretendia atingir o Governo socialista, ao afirmar que, na zona euro, "a realidade acaba sempre por derrotar a ideologia" e os que os governos que querem realizar a revolução socialista "acabam por perder o pio ou fingem que piam", saiu-lhe o tiro pela culatra”, começou por observar a socialista.

Isto porque “o PS continua a distanciar-se do PSD nas intenções de voto (a Esquerda no seu conjunto tem cerca de 57%) e a realidade confirma de forma sustentada o acerto da estratégia política do atual Governo, contrária à defendida por Cavaco Silva e Passos Coelho”.

Além disso, reforçou, “o Instituto Nacional de Estatística reviu esta semana em alta o crescimento do PIB para 2,9%, o maior crescimento deste século e acima da zona Euro. Há dezassete anos que o país não registava um crescimento económico tão elevado”.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório