Meteorologia

  • 24 SETEMBRO 2017
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 14º

Edição

"Projeto das equipas de sapadores florestais é absolutamente importante"

António Costa destacou que trabalho dos sapadores florestais no inverno será essencial para "evitar risco de incêndio". Prevenção será chave para não se repetir verão com tantos incêndios.

"Projeto das equipas de sapadores florestais é absolutamente importante"
Notícias ao Minuto

15:55 - 03/08/17 por Notícias Ao Minuto

Política Reforma Florestal

António Costa marcou presença na cerimónia de apresentação de 20 novas equipas de sapadores florestais em Oliveira do Hospital. O primeiro-ministro não escondeu o seu agrado por poder contar novamente com equipas de sapadores florestais, algo que não sucedia desde 2009.

Para António Costa este é um passo fundamental na reforma das florestas, já que o trabalho dos sapadores florestais poderá ter um caráter decisivo. "Os sapadores florestais podem fazer a limpeza no Inverno para evitar o risco de incêndio no verão", disse António Costa.

Uma ideia que reforçou logo de seguida. "Retomar o projeto das equipas de sapadores florestais é absolutamente importante. É um absurdo esta discussão que eu oiço entre a prevenção e o combate. Eu não conheço um bombeiro que não anseie para que não haja incêndios".

O primeiro-ministro referiu por diversas vezes a importância da prevenção. "Temos é de fazer a prevenção estrutural de que falámos. Se só tivermos uma mata de eucaliptos, não teremos uma floresta resistente. Se só tivermos uma mata de pinheiro, não teremos uma floresta resistente. Mas se tivermos uma mata que esteja bem ordenada entre espécies de folhosas e árvores de crescimento rápido, que tenha áreas de prevenção primária e secundária, teremos uma floresta bem melhor".

António Costa destacou também que será importante manter algumas áreas da floresta livres. "É necessário que algumas áreas não sejam ocupadas, que possam ser livres de árvores, funcionando como corta-fogo".

Apesar de admitir que "por melhor que esteja ordenada a floresta não vão deixar de haver incêndios", o líder do Governo referiu que "uma floresta mais resistente beneficia todos e não prejudica ninguém".

A terminar a sua intervenção, António Costa anunciou que pretende chegar às 500 equipas de sapadores florestais em 2019 e não em 2020 como tinha sido inicialmente projetado.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório