Meteorologia

  • 17 DEZEMBRO 2017
Tempo
MIN 5º MÁX 8º

Edição

PCP exige indemnizações às vítimas de Pedrógão com "maior urgência"

O PCP defendeu hoje que "há a maior urgência" na aprovação final global do diploma acordado com o PSD, CDS-PP e BE prevendo medidas de apoio e indemnização às vítimas dos incêndios de Pedrógão Grande.

PCP exige indemnizações às vítimas de Pedrógão com "maior urgência"
Notícias ao Minuto

15:25 - 01/08/17 por Lusa

Política António Filipe

Em declarações à Lusa, o deputado do PCP António Filipe afirmou que "já se entende mal" que o PS tenha obstado à aprovação final global do diploma no dia 19 de julho e defendeu que "há todas as condições" para que o diploma seja aprovado em definitivo "na primeira sessão de votações de setembro".

"Há pressa, é evidente que quem estiver no lugar das pessoas afetadas pelos incêndios também compreende a pressa. O que eu não compreendo é como é que se pode dizer que não há pressa para resolver problemas das pessoas que perderam tudo", afirmou António Filipe.

O deputado comunista frisou que o texto de substituição acordado entre o PCP, PSD, CDS-PP e BE com "medidas de apoio e indemnização" às vítimas dos incêndios florestais ocorridos entre 17 e 24 junho foi aprovado na generalidade na última sessão de votos antes das férias parlamentares, dia 19 de julho.

Na altura, o PS "opôs-se ao consenso" para que fosse feita a votação final global do diploma, disse António Filipe, considerando que "não há muito a avançar" e que, "a menos que alguém o queira reabrir", o texto "está pronto para ser votado".

"Ou são medidas imediatas e urgentes ou não são", sustentou.

O DN noticiou hoje que os partidos vão retomar o assunto em setembro, na reabertura da Assembleia da República, após o período de férias, com a discussão na especialidade e votação final global.

Em declarações aos jornalistas, o deputado do PS Pedro Delgado Alves criticou esta manhã a pressa do PSD, CDS-PP, PCP e BE para aprovar o projeto de lei, afirmando não ter "objeções de princípio" ao diploma.

"Não há nenhuma objeção de princípio, nem há nenhuma razão para obstar à aprovação do projeto. Pretendemos que o seja com as necessárias salvaguardas, para ser um diploma com qualidade", afirmou Pedro Delgado Alves.

O projeto de lei estabelece "medidas de apoio e indemnização" às vítimas dos incêndios florestais em 11 concelhos do país, em matéria de saúde, habitação e apoios sociais de caráter excecional, entre outros.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório