Meteorologia

  • 27 JULHO 2017
Tempo
21º
MIN 20º MÁX 22º

Edição

PSD e CDS de Arouca concorrem a todos os órgãos locais em coligação

O PSD e o CDS-PP vão concorrer coligados a todos os órgãos autárquicos de Arouca nas eleições de 01 de outubro, anunciou hoje fonte da candidatura social-democrata.

PSD e CDS de Arouca concorrem a todos os órgãos locais em coligação
Notícias ao Minuto

10:24 - 19/05/17 por Lusa

Política Autárquicas

"A aliança partidária abrangerá a lista à Câmara, à Assembleia Municipal e a todas as freguesias do município", refere o PSD em comunicado.

"Este é um passo decisivo para a construção de uma verdadeira alternativa para o concelho, cujo projeto político ambiciona envolver toda a população, sem preconceitos", acrescenta o documento, citando o presidente da concelhia social-democrata, Rui Vilar. "Para nós, os arouquenses estão em primeiro lugar: ninguém vai ficar de fora, nem tão-pouco será ostracizado", realça o mesmo responsável.

Já o presidente do CDS-PP de Arouca, Pedro Vieira, revela que o acordo agora firmado com o PSD identificou as prioridades das políticas comuns a estabelecer no município, "dando relevo ao facto de que os interesses deste laborioso concelho estão muito acima de qualquer interesse partidário".

Anunciado em janeiro deste ano, o candidato da coligação às autárquicas de Arouca é Fernando Mendes "Cabriteiro", que atualmente preside à Junta da União de Freguesias de Arouca e Burgo desde 2013.

"Arouca precisa de um projeto ambicioso e sustentável que responda às necessidades reais da sua população, aproveitando todos os recursos disponíveis e envolvendo a juventude, para que o concelho se desenvolva verdadeiramente a nível social e económico", refere Fernando Mendes, no mesmo documento.

"Sinto que se está a formar uma equipa muito determinada e competente para construir um projeto de vitória, de renovação, de mudança. Juntos, por Arouca, vamos fazer o melhor pelas pessoas", conclui.

Segundo revelou o PSD em janeiro, Fernando Mendes tem 58 anos, é empresário no setor da construção civil e dedica-se também à comercialização de combustíveis, gerindo três postos de abastecimento na região.

Casado e com dois filhos, "desde cedo se dedicou à causa pública", tendo dirigido a Associação de Figueiredo e ajudado também à reabilitação da Banda de Figueiredo, uma das filarmónicas mais antigas do país.

Esteve ainda ligado ao Futebol Clube de Arouca, em que foi vice-presidente de 2001 a 2013, e "há mais de uma década que se dedica à causa política", sendo que antes de assumir a Junta da União de Freguesias de Arouca e Burgo já presidira à do Burgo entre 2005 e 2013.

Campo obrigatório