Meteorologia

  • 04 ABRIL 2020
Tempo
17º
MIN 11º MÁX 18º

Edição

Novo Banco: "Não havia alternativa a não ser a liquidação"

João Galamba dá a garantia, no entanto, que foi conseguida uma "melhoria muito significativa face à proposta inicial da Lone Star", fundo norte-americano ao qual será vendido o Novo Banco.

Novo Banco: "Não havia alternativa a não ser a liquidação"

Após as declarações do primeiro-ministro sobre a venda do Novo Banco, onde detalhou e especificou o negócio com o fundo norte-americano Lone Star, foi a vez do deputado socialista João Galamba fazer a sua apreciação sobre aquilo que ficou acordado.

Lembrando desde logo que “a Lone Sar era o único comprador” do ex-Banco Espírito Santo e que, por isso, “não havia alternativa a não ser a liquidação”, Galamba afirmou que “o que se garantiu foi uma melhoria muito significativa face à proposta inicial da Lone Star”, visto que “esta solução impede a Lone Star de ser a Lone Star”.

“No fundo, uma das preocupações que muita gente tinha é que a natureza do fundo poderia causar impactos muito negativos para o banco. Esta solução neutraliza esses impacto", frisou.

"De que maneira?", questionou João Galamba para de seguida dar a resposta. "O impedimento da distribuição de dividendos durante vários anos impede que a Lone Star extraia excessivamente recursos do banco, fragilizando-o. O mecanismo através do qual o Fundo de Resolução mantém controlo integral sobre os ativos do chamado ‘banco mau’ do Novo Banco”, explicou aos jornalistas no Parlamento.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório