Meteorologia

  • 16 DEZEMBRO 2019
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 14º

Edição

"Intrujice mediática", diz Duarte Marques sobre acordo da TAP

Executivo anterior privatizou 61% da TAP. Executivo atual chegou a acordo para que o Estado passe agora a deter 50% da empresa.

"Intrujice mediática", diz Duarte Marques sobre acordo da TAP

O deputado do PSD Duarte Marques não gostou do anúncio de acordo ontem revelado publicamente entre o Governo e o consórcio de Humberto Pedrosa e David Neeleman e recorreu às redes sociais para o afirmar.

Em causa, recorde-se, está uma nova distribuição da TAP: 50% pertence ao Estado, 45% ao consórcio Gateway e 5% a trabalhadores. Estado pode nomear figuras para o conselho de administração não executivo e tem força de voto para impedir certos negócios mas a gestão fica a cargo dos privados.

Na perspetiva do deputado ‘laranja’, este acordo é “intrujice mediática” por parte de António Costa. Mais do que isso, é “uma espécie de PPP onde o Estado pode nomear mais umas pessoas para a TAP”, afirmou na publicação que fez no Facebook.

Diz ainda Duarte Marques que não foi cumprida a reversão do negócio “e a única coisa que conseguem são uns lugares no Conselho de Administração”.

“Para a esquerda, o interesse nacional defende-se metendo uns boys e partilhando algum prejuízo futuro. Não era melhor se ficasse como estava?”, escreve o deputado do PSD.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório