Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Ex-líder da CGTP manifesta confiança em candidato Sampaio da Nóvoa

O antigo secretário-geral da central sindical CGTP Manuel Carvalho da Silva declarou hoje ter confiança no candidato presidencial António Sampaio da Nóvoa para exercer o cargo de chefe de Estado, participando num jantar-comício de apoio à candidatura.

Ex-líder da CGTP manifesta confiança em candidato Sampaio da Nóvoa

"Tem a minha confiança e julgo que tem a confiança dos portugueses para lhe entregarem a tarefa de ser Presidente da República", disse Carvalho da Silva a Nóvoa num discurso perante mais de 700 pessoas que se juntaram numa escola em Lisboa.

E prosseguiu: "Vamos a isto porque é possível termos um grande êxito".

Carvalho da Silva aproveitou também para deixar críticas ao atual Presidente, Cavaco Silva, "homem que não foi às comemorações do 05 de outubro porque precisava de refletir" - lembrou perante apupos dos presentes - e que está nesta fase política "a prevalecer a dinâmica da direita que quer provocar "crispação e instabilidade" no país.

"O Presidente está a dar cobertura a esse jogo, se é que não é um dos atores principais", advertiu.

Antes, Ana Catarina Mendes, deputada e uma das vice-presidentes da bancada do PS no parlamento, demonstrou também o seu apoio à candidatura de Sampaio da Nóvoa nesta "longa caminhada".

"Homem culto, conhecedor da Europa e do mundo e crente num Estado Social forte", o antigo reitor, acredita a socialista, "tem todas as condições para ser o próximo Presidente da República, o presidente que Portugal precisa".

E, dirigindo-se a Sampaio da Nóvoa, declarou: "O senhor é o meu candidato porque acredito que é o que melhor representa uma sociedade aberta, cosmopolita".

Presentes no evento de hoje estiveram ainda outras figuras da área socialista, casos de Edite Estrela, Gabriela Canavilhas, Paulo Pedroso ou o histórico Edmundo Pedro, o fundador do Partido Livre (força política que apoia formalmente Sampaio da Nóvoa), Rui Tavares, o capitão de Abril Vasco Lourenço ou o músico Júlio Pereira.

No começo do jantar foi feito pelos presentes - mais de 700 - um minuto de silêncio em memória das vítimas dos atentados de sexta-feira em Paris.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório