Meteorologia

  • 02 MARçO 2021
Tempo
11º
MIN 8º MÁX 18º

Edição

Foi vitória de extremos. "Talvez portugueses não tenham memória longa"

As projeções televisivas abrem possibilidade de o PDR eleger um ou até mesmo dois deputados.

Foi vitória de extremos. "Talvez portugueses não tenham memória longa"

O antigo bastonário da Ordem dos Advogados Marinho e Pinto comentou na antena da TVI a possibilidade de o partido que lidera poder vir a ter assento parlamentar.

“Se elegermos um deputado, é uma vitória do PDR, que é um partido que tem meio ano e lutou contra adversidades inesperadas”, afirmou, incluindo nessas adversidades a comunicação social.

“Se não elegermos nenhum deputado, considero que o partido também foi derrotado”. Ainda assim, uma “derrota pode tornar-se uma vitória se dela soubermos extrair” ensinamentos, realçou.

Mas a análise mais geral que faz às eleições é particularmente crítica. “Estes resultados demonstram uma aceção dos extremos em Portugal”, afirmou Marinho e Pinto.

“Os quatro partidos que em 2011 se aliaram para derrubar um governo de centro-esquerda”, trazendo “a troika para Portugal”, são “esses partidos que saem vencedores”, afirmou, em alusão ao PSD, CDS, mas também ao Bloco de Esquerda e à CDU.

“Talvez os portugueses não tenham uma memória muito longa”, sugeriu ainda o líder do PDR.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório