Meteorologia

  • 23 AGOSTO 2019
Tempo
22º
MIN 18º MÁX 25º

Edição

Lesados BES: "Nenhum governo deve lavar as mãos como Pilatos"

Líder socialista criticou afastamento entre os dois reguladores nacionais. Para António Costa, o governo não deve "lavar as mãos" do assunto.

Lesados BES: "Nenhum governo deve lavar as mãos como Pilatos"

António Costa quer aproximar CMVM e Banco de Portugal no caso dos lesados do papel comercial do BES. Durante o Fórum TSF desta manhã, o candidato a primeiro-ministro foi questionado em relação às dificuldades de alguns ex-clientes do Banco Espírito Santo e apesar de afirmar que "é prejudicial trazer este tema para a campanha eleitoral", deixou alguns recados.

"Nenhum governo deve lavar as mãos como Pilatos e aceitar uma diferença entre as entidades reguladoras", avisa António Costa, abrindo a porta a uma ação direta caso o Partido Socialista vença as eleições legislativas do próximo dia 4 de outubro.

O secretário-geral do PS afirma que não voltará a falar do tema até ao final da campanha, mas ainda assim garantiu que a preocupação com os lesados não irá desaparecer: "Já reuni com o movimento, já lhes transmiti a minha posição, mas acho que este tema não deve ser arrastado para a campanha".

António Costa voltou a acusar o executivo de Pedro Passos Coelho de esconder a verdadeira realidade do antigo BES aos portugueses e deixou uma última acusação sobre à ajuda prestada ao Novo Banco pelo Fundo de Resolução: "É inaceitável que o governo e o Banco de Portugal tenham tentado iludir os contribuintes dizendo que esta operação não tinha custos para os contribuintes".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório