Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Os "charlatanismos" da coligação "atrofiam" o país

O antigo secretário-geral da CGTP pede aos eleitores que ajam em “em tempo útil” para garantir o futuro do país.

Os "charlatanismos" da coligação "atrofiam" o país

Carvalho da Silva diz que se sente “atrofiado” pelos “charlatanismos instalados no discurso eleitoral, em particular da coligação de direita (PSD/CDS)”.

No artigo de opinião que assina no Jornal de Notícias, o antigo secretário-geral da CGTP apelou ao voto à esquerda nas eleições legislativas.

Apesar de, comparativamente com 2011 ou 2007, Portugal ser hoje um país mais pobre, e de “Passos, Portas e seus acólitos dizerem que está tudo melhor”, apetece “mandar tudo isto às malvas, não pode ser”.

“É preciso não desistir e agir em tempo útil. A direita tem de ser derrotada em 4 de outubro. Os seus objetivos e propostas, conhecidos ou escondidos, exaurem o país e atrofiam-nos o futuro”, escreveu.

Sobre o drama dos refugidos, que apelidou de “avalanchas de sofrimento humano”, o atual professor universitário exaltou a importância de “não desistir da exigência de políticas solidárias”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório