Meteorologia

  • 31 MAIO 2020
Tempo
27º
MIN 19º MÁX 29º

Edição

Independente em Lisboa "mostra muito da confiança" do PS

A líder dos Cidadãos por Lisboa e presidente da Assembleia Municipal, Helena Roseta, afirmou hoje que a escolha do PS para mais um vereador independente no executivo camarário "diz muito da confiança" dos socialistas neste movimento.

Independente em Lisboa "mostra muito da confiança" do PS
Notícias ao Minuto

21:27 - 13/04/15 por Lusa

Política Helena Roseta

"A relação numérica alterou-se na Câmara. O PS, com António Costa e com a equipa anterior, tinha maioria absoluta sozinho na Câmara, não precisava dos Cidadãos por Lisboa, e o PS hoje, ao chamar o João Paulo Saraiva (...) deixou de ter maioria absoluta sozinho na Câmara. Isto diz muito da confiança que o PS tem em nós, porque não iria pôr em causa a maioria absoluta de que dispunha sem confiar nas pessoas", declarou Helena Roseta.

A autarca falava aos jornalistas após a assinatura de uma adenda ao acordo coligatório entre o PS e o movimento Cidadãos por Lisboa (CPL), assinado para as eleições autárquicas de 2013, após o primeiro protocolo ter sido firmado em 2009.

Com a saída de António Costa da presidência da Câmara de Lisboa, o cargo foi ocupado por Fernando Medina, que era, até à semana passada, vice-presidente da autarquia e responsável pelas pastas das Finanças, dos Recursos Humanos e do Turismo.

Apesar de manter este último pelouro, os restantes passam para o novo vereador João Paulo Saraiva, dos CPL (eleito na lista do PS), pelo que o executivo municipal, de maioria socialista, passa a contar com três vereadores do movimento, incluindo o dos Direitos Sociais, João Afonso, e a vereadora da Habitação e Desenvolvimento Local, Paula Marques.

"Talvez seja esta a maior prova da maturidade do nosso acordo político e a maior prova da condição de oferecer estabilidade à cidade de Lisboa", defendeu Fernando Medina.

Segundo o autarca socialista, a alteração foi feita "com a convicção de que daí virá reforço do executivo e da capacidade do executivo de servir a cidade de Lisboa".

Sobre João Paulo Saraiva, Fernando Medina disse tratar-se de um "vereador que tem um grande currículo atrás de si, uma pessoa de grande qualidade técnica, profissional e política, que vai reforçar a equipa da vereação na Câmara Municipal de Lisboa sem qualquer distinção do ponto de vista da sua origem".

No documento hoje assinado, a que a agência Lusa teve acesso, lê-se que esta adenda ao acordo é um reforço do "empenho no aprofundamento dos mecanismos de concertação prévia sobre todas as propostas ou matérias que cada uma das partes pretenda submeter à apreciação dos órgãos municipais".

Um "compromisso adicional" é o de "cada uma das partes não inviabilizar propostas ou medidas previamente consideradas como relevantes pela outra parte, sem prejuízo do dever de procurar acolher sugestões que facilitam a convergência de posições, salvaguardando as especificidades das partes e a inalienável liberdade de consciência, de opinião e de voto de cada um dos eleitos".

Apesar de admitirem que o PS e os CPL nem sempre estejam de acordo, Fernando Medina e Helena Roseta comprometeram-se a manter as orientações de 2013 e a apostar em áreas como os direitos sociais e a habitação.

Recentemente, houve divergências quanto à proposta para isentar o Benfica do pagamento de uma taxa e compensações urbanísticas, nomeadamente sobre o valor da isenção.

"É isto que nós devemos evitar, porque não há necessidade de criar estes grandes balões, que depois se esvaziam num instante se nós pudermos trabalhar um pouco mais", adiantou Helena Roseta.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório