Meteorologia

  • 06 JULHO 2022
Tempo
29º
MIN 17º MÁX 31º

Passos Coelho estava "na hora certa no lugar certo"

Numa entrevista ao Expresso, Sérgio Porfírio, administrador da Tecnoforma, explicou as razões que o levaram a contratar Passos Coelho como consultor da Tecnoforma, isto apesar de dizer que os projetos planeados nos anos em que o atual primeiro-ministro terá sido presidente de uma organização não governamental, em regime pro bono, não correram bem.

Passos Coelho estava "na hora certa no lugar certo"
Notícias ao Minuto

09:22 - 04/10/14 por Notícias Ao Minuto

Política Tecnoforma

Ao fim de dois anos de polémica, Sérgio Porfírio, administrador da Tecnoforma, deu uma entrevista ao Expresso onde falou sobre Passos Coelho e Fernando Madeira, antigo dono da empresa.

Foi Sérgio Porfírio quem contratou Passos Coelho em 2001, como consultor, com uma remuneração mensal de 3.150 euros. A razão? “Fez o trabalho que devia fazer. E bem”. No entanto, sobre os cinco anos em que o atual primeiro-ministro foi presidente do Centro Português para a Cooperação (CPPC), Sérgio Porfírio refere um único projeto – a Pedreira dos Húngaros.

O Expresso realça que esta entrevista é dada na mesma semana e sala em que a Tecnoforma deu a sua primeira conferência de imprensa, onde pôs fim a este período de ‘silêncio’. Embora não responda a todas as questões, o administrador falou sobre a relação de Passos com a Tecnoforma e com o CPPC.

Sobre a escolha de Passos para presidir ao CPPC, uma organização não governamental (ONG) que tinha como mecenas a Tecnoforma, Sérgio Porfírio realça que os projetos que interessavam ao centro beneficiariam do facto de terem rostos políticos, a bem da credibilidade. “Numa ONG tem de haver personalidades com relevância”, diz Sérgio Porfírio. Passos Coelho estava “na hora certa no lugar certo” para presidir ao centro.

O administrador da Tecnoforma confirmou que Passos Coelho recebeu cheques mas corroborou a ideia de que se tratavam de reembolsos de despesas: “é impossível ele [Passos Coelho] ter recebido milhões”. Ainda assim, diz que não pode “ir ao pormenor do valor”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório