Meteorologia

  • 16 JULHO 2024
Tempo
26º
MIN 17º MÁX 26º

Costa fala em debate poluído, Seguro em esclarecer atitudes

Os candidatos às primárias do PS desejaram hoje que o primeiro debate televisivo tenha sido esclarecedor, tendo Costa considerado que foi parcialmente "poluído" por ataques pessoais e Seguro enfatizado a importância de esclarecer a "atitude" do seu oponente.

Costa fala em debate poluído, Seguro em esclarecer atitudes
Notícias ao Minuto

22:38 - 09/09/14 por Lusa

Política PS

Os candidatos às primárias do PS, o secretário-geral socialista, António José Seguro, e o presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, confrontaram-se hoje na TVI, no primeiro de três debates televisivos.

António Costa foi o primeiro a sair dos estúdios da TVI, tendo a acompanhá-lo, entre outros, o ex-presidente do Governo Regional dos Açores Carlos César.

"Sinto-me satisfeito, acho que o debate correu com a elevação possível. Nem sempre é fácil ouvir sem responder à letra a algum estilo de campanha que o secretário-geral entendeu fazer. Mas enfim, alguém tem fazer o esforço de estar a altura da dignidade que o PS exige e não responder à letra", afirmou Costa aos jornalistas.

O autarca de Lisboa considerou que "a primeira parte do debate foi muito poluída por ataques pessoais".

"Espero que o próximo, depois de o secretário-geral do PS ter aliviado a sua tensão, já tenha outro conteúdo", declarou.

António José Seguro saiu minutos depois, acompanhado, entre outros, pelo secretário nacional socialista João Proença e o presidente da Associação Nacional de Municípios, Manuel Machado.

"Espero que tenha sido esclarecedor e que os portugueses tenham tido oportunidade de verificar quais são as diferenças dos dois projetos e dos dois políticos que estiveram aqui em confronto", afirmou aos jornalistas.

Questionado acerca de ataques pessoais desferidos no debate, o secretário-geral socialista respondeu que "como é óbvio, a personalidade política dos candidatos é muito importante".

"Nós estamos a escolher o candidato e, potencialmente, o futuro primeiro-ministro. Por isso, a confiança é indispensável, e é natural que esta crise que foi provocada por uma atitude individual, por uma ambição individual, tivesse que ser esclarecida neste debate", disse.

As primárias do PS decorrem no dia 28 de setembro.

Recomendados para si

;
Campo obrigatório