Meteorologia

  • 22 JUNHO 2024
Tempo
18º
MIN 14º MÁX 27º

Bugalho ouve críticas à saúde em dia de apresentação de plano

O candidato da AD às eleições europeias considerou "uma coincidência feliz" o Governo apresentar hoje o plano de emergência para a saúde, num dia em que ouviu queixas sobre a falta de médico de família no mercado de Setúbal.

Bugalho ouve críticas à saúde em dia de apresentação de plano
Notícias ao Minuto

12:54 - 29/05/24 por Lusa

Política Europeias

"Não deixa de ser uma coincidência feliz que o Governo da AD apresente hoje o plano de emergência da saúde para que estas pessoas, que precisam tanto de respostas, finalmente as tenham", afirmou Sebastião Bugalho aos jornalistas, durante uma visita ao Mercado do Livramento.

O cabeça de lista da AD às europeias foi recebido entusiasticamente por vendedores e pessoas que andavam às compras e que, entre muitos beijinhos, abraços e 'selfies', lhe garantiram o seu voto no próximo dia 09.

"As pessoas estão felizes de nos ver, mas não estão tão felizes com as dificuldades que estão a passar", sendo a saúde uma das suas preocupações, lamentou.

Sebastião Bugalho mostrou-se convicto de que o plano de emergência para a saúde poderá resolver problemas como o da falta de médico de família: "Eu não acredito, tenho a certeza."

Logo à chegada ao mercado, Bugalho ouviu de um idoso que "todos prometem muito", mas há problemas que não se resolvem, como a falta de médico de família.

"Quero médica de família e não tenho", lamentou o idoso, tendo o candidato da AD atribuído a culpa da situação a "nove anos de socialismo".

"Agora vamos mudar isso, pode ter a certeza", frisou.

Pouco depois, as queixas mudaram-se da saúde para a habitação, com Teresa Cunha, de 61 anos, viúva e cuidadora de um neto deficiente, a lamentar não ter como pagar "uma casa de 500, 600, 700 euros".

"Estou em vista de ir para a rua com um neto deficiente e pergunto: onde estão as respostas? Desde 2015 não tenho respostas", criticou.

Sebastião Bugalho aproveitar para frisar que a AD é a única candidatura que tem no seu programa consagrar a habitação como direito fundamental.

No entusiasmo da conversa, Teresa tratou Sebastião Bugalho por "senhor deputado", ao que o cabeça de lista esclareceu que ainda não tem esse cargo.

"Seja lá o que for, está aqui para chegar lá", acrescentou a mulher, que admitiu ainda não saber em que partido vai votar.

Aos jornalistas, o candidato disse ser "compreensível que, ao fim de nove anos de um governo que criou uma grande insatisfação", as pessoas façam lamentos por não terem soluções para os problemas da sua vida diária.

"O que sentimos aqui é uma enorme frustração de nove anos de PS e as pessoas exigem uma mudança, as pessoas não querem voltar para trás, querem seguir em frente, foi isso que senti neste mercado", frisou.

A garantia de apoio chegou-lhe de muitos que consideram o facto de ser um candidato novo uma vantagem.

"Gosto de ver os novos a trabalhar assim. A política já devia ter dado uma volta com os mais novos, com os velhos não vamos a lado nenhum", considerou uma mulher, acrescentando que o candidato "não é novo para a Europa, está na altura certa".

Do mercado de Setúbal, a caravana da AD seguiu para Almada onde Sebastião Bugalho cumpriu a tradição inaugurada pelo Cavaco Silva ainda nas campanhas para primeiro-ministro: beber uma bica no Café Central.

"Pelo sim, pelo não, tomamos um café pela superstição", afirmou o candidato.

Em Almada, Sebastião Bugalho voltou a conseguir promessas de voto, quer de pessoas que cumprimentou, quer de filhos e netos que diziam ter em casa e irão votar AD, a quem ia respondendo: "Tome lá uma canetinha então para votar no dia 9".

Além dos cumprimentos, também beijou um bebé, recebeu avisos de que "está muito magrinho" e elogios que se estenderam a outras figuras do PSD.

"Eu tenho 87 anos e tenho muita honra de o cumprimentar. Você, o Moedas e o Montenegro são três heróis, três mosqueteiros", disse um dos senhores com quem falou.

Leia Também: Governo atribui incentivos extra a públicos para cirurgias oncológicas

Recomendados para si

;
Campo obrigatório