Meteorologia

  • 21 JUNHO 2024
Tempo
22º
MIN 14º MÁX 24º

Militante do PSD? "Posso dizer é que não meti os papéis para a reforma"

Sebastião Bugalho comentava assim o 'convite' ontem deixado por Luís Montenegro.

Militante do PSD? "Posso dizer é que não meti os papéis para a reforma"
Notícias ao Minuto

11:33 - 28/05/24 por Carmen Guilherme

Política Bugalho

O cabeça de lista da Aliança Democrática (AD) às eleições europeias, Sebastião Bugalho, recusou falar diretamente sobre o 'convite' deixado pelo presidente do Partido Social Democrata (PSD), Luís Montenegro, de passar de independente a militante do partido, brincando em torno da questão. Além disso, rejeitou sentir-se "resfriado" depois de o líder social-democrata ter admitido que era "difícil" vencer este ato eleitoral.

"Posso-lhe dizer é que não meti os papéis para a reforma", brincou, em declarações aos jornalistas, durante uma visita à Fundação Champalimaud, depois de ser confrontado com as palavras de Montenegro, que ontem se juntou a Bugalho no primeiro dia da campanha.

Perante a insistência e interrogado sobre se pondera vir a ser militante do PSD, Sebastião Bugalho recusou comprometer-se, referindo apenas que a garantia que pode dar é a de que está "comprometido" com o desafio de "ter o melhor resultado possível" nas eleições. 

"O único desafio que o primeiro-ministro me fez foi ter o melhor resultado possível nas eleições e posso-lhe garantir que estou mais do que comprometido com esse desafio e em cumprir e aceitar esse desafio", disse. 

Questionado ainda sobre se há um resfriar das expectativas, depois de Montenegro admitir que o desafio das europeias "é difícil", o candidato ao Parlamento Europeu assegurou continuar com as "expectativas elevadas", nomeadamente em função do apoio que tem recebido. 

"Eu não me sinto nada resfriado. O meu voto vale o meu voto. Trabalhos todos os dias para merecer a confiança dos portugueses e o maior numero de votos possível. Eu não adivinho o resultado das eleições. A gestão das expectativas cabe aos políticos, mas aquilo que realmente cabe a esta candidatura é trabalhar todo os dias para levar o seu programa aos portugueses, para sentirem que têm uma voz na Europa e eu estou a sentir isso", afirmou.

"As minhas expectativas são elevadas porque sinto que as expectativas sobre o nosso programa, sobre as nossas medidas, também são grandes", frisou.

Sebastião Bugalho rejeitou avançar com que nomes espera contar ao longo da campanha eleitoral e frisou que o apoio de Leonor Beleza, antiga ministra da Saúde, o deixou "feliz". Já sobre o debate desta noite, que vai colocar frente a frente todos os candidatos com assento parlamentar, o cabeça de lista da AD assegurou estar "preparado"

"Preparado, motivado e, sobretudo, inspirado", completou.

Recorde-se que as eleições europeias decorrem entre 6 e 9 de junho nos vários países da União Europeia e, em Portugal, a eleição está marcada para 9 de junho. 

[Notícia atualizada às 11h53]

Leia Também: Ordem desafia candidatos a assumirem saúde oral como desígnio europeu

Recomendados para si

;
Campo obrigatório