Meteorologia

  • 14 JUNHO 2024
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 26º

"Pressão" para dar vitória ao PS? "Todas as eleições têm valor próprio"

A campanha oficial para as eleições europeias arrancou esta segunda-feira. Marta Temido falou não só sobre este ato eleitoral, mas também sobre os mais recentes resultados na Madeira.

"Pressão" para dar vitória ao PS? "Todas as eleições têm valor próprio"
Notícias ao Minuto

10:55 - 27/05/24 por Carmen Guilherme

Política PS

Marta Temido, cabeça de lista do Partido Socialista (PS) ao Parlamento Europeu, recusou que os resultados do partido nas eleições legislativas regionais antecipadas na Madeira coloquem "pressão" para uma vitória no ato eleitoral de junho, destacando que "são eleições distintas" e que esta será, "talvez, a eleição europeia mais importante das nossas vidas".

"Não é uma questão de pressão de dar a primeira vitória ao PS. É mesmo a questão de tornar bem claro qual é o valor próprio destas eleições", começou por realçar a socialista, numa ação de campanha na Cruz de Pau, concelho do Seixal.

"Temos dito, mas vou voltar a repetir, esta é, talvez, a eleição europeia mais importante, talvez seja uma das eleições mais importantes das nossas vidas pelo contexto de guerra em território europeu, pelo contexto que estamos a arriscar correr de tudo aquilo que é um sonho europeu de paz e de prosperidade partilhadas andarem para trás por forças de extremismos", destacou.

Antes, Marta Temido havia destacado que estas "são eleições distintas". "Todas as eleições têm um valor próprio e têm de ser lidas no seu próprio contexto. Penso que, neste momento os madeirense prenunciaram-se, isso é o mais relevante. Agora, o passo seguinte é encontrar condições de governabilidade para poder dar a melhor estabilidade possível à Madeira", considerou. 

Questionada sobre a rua correrá melhor do que os debates, a socialista brincou com aquela que descreveu como uma "pergunta malandra", mas destacou a sua capacidade para "lidar" com as pessoas.

"Achamos que os debates correram em crescendo e ainda não acabaram", disse. "Naturalmente, que cada um tem maior facilidade naquilo em que tem mais treino. Eu tenho mais treino a lidar com pessoas", frisou.

Para Temido, "o teste é o teste da eleição." E estamos preparados para ele", assegurou, destacando ainda que tem notado um "interesse progressivo" nas Europeias.

A candidata ao Parlamento Europeu recusou, contudo, falar em objetivos no que diz respeito a número de eurodeputados.

"É para ganhar. Mas, já me conhecem e sabem que eu não vou dizer qual é o número de deputados, porque isso seria pôr-me completamente fora de pé", referiu. "Isso esta nas mãos dos portugueses", completou.

Recorde-se que o PSD venceu ontem as eleições regionais da Madeira, mas sem maioria. Segue-se o PS e JPP, a terceira força política na região. De notar que o Bloco de Esquerda (BE) e a CDU deixaram de ter representação na Assembleia Legislativa.

A campanha oficial para as eleições europeias começa hoje com a maioria dos partidos concentrados em Lisboa, com a exceção da AD, PS e Chega, que dedicarão o dia a distritos a sul do Tejo.

Cerca de 373 milhões de eleitores europeus serão chamados a votar nas eleições para o Parlamento Europeu entre os dias 6 e 9 de junho, com os portugueses a irem às urnas no dia 09.

Leia Também: Após eleições na Madeira, Rio alude a Marcelo: "Enfim, manda quem pode"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório